Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Barclays vende participação de 12,2% na unidade africana

O banco britânico vai reduzir a participação que detém no Barclays Africa Group de 62% para 50,1%. A operação resultará num encaixe de cerca de 770 milhões de euros.

Bloomberg
Negócios 05 de Maio de 2016 às 09:27
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Barclays vai vender cerca de um quinto da sua participação no Barclays Africa Group por 13,1 mil milhões de randes (cerca de 770 milhões de euros), informou a instituição londrina esta quarta-feira, 4 de Maio.

 

O banco vai vender acções representativas de 12,2% do capital da unidade africana, ficando com uma participação de 50,1%. Num comunicado citado pelo The Wall Street Journal, a instituição informa que o fundo de pensões da África do Sul, o Public Investment Corporation, acordou a compra de 1,2% das acções do Barclays Africa Group, sendo que os restantes 103,6 milhões serão vendidos a investidores pré-aprovados pelo regulador sul-africano.

 

Esta venda deverá aumentar o rácio core tier 1 do banco em cerca de 10 pontos base.

 

"Este é um passo importante", refere, em comunicado, o CEO do Barclays, Jes Staley que, no dia 1 de Março, anunciou a intenção de diminuir a participação de 62% do banco na unidade africana nos próximos dois ou três anos, como parte do plano de reestruturação.

 

Segundo o comunicado, as restantes acções do Barclays Africa detidas pelo banco britânico ficarão sujeitas a um período de lock up de 90 dias.

 

Os títulos do grupo caem 8,7% desde o início do ano, a maior descida entre os quatro maiores bancos da África do Sul, que incluem o FirstRand e o Old Mutual.

 

As acções desceram 2,94% na sessão de ontem para 13.472 randes. Esta quinta-feira estão a desvalorizar 1,62% para 13.254 randes. 

Ver comentários
Saber mais Barclays África do Sul Barclays Africa serviços financeiros banca economia negócios e finanças bancos
Outras Notícias