Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BASF paga 5,9 mil milhões de euros para comprar parte do negócio da Bayer

A Bayer está a alienar este activo para facilitar a aprovação da sua compra da Monsanto por 66 mil milhões de dólares.

25º Kurt Bock, BASF SE
Bloomberg
Rita Faria afaria@negocios.pt 13 de Outubro de 2017 às 10:34
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O grupo alemão do sector químico BASF vai pagar 5,9 mil milhões de euros para comprar "partes significativas" do negócio de sementes e de herbicidas da Bayer, informou a empresa esta sexta-feira, 13 de Outubro.

 

A Bayer está a alienar os activos para ajudar a conseguir aprovação para a sua compra da Monsanto, de 66 mil milhões de dólares, que tornará a empresa alemã na maior fornecedora mundial de produtos químicos para a agricultura e sementes geneticamente modificadas. 

 

Para a BASF, o negócio traduz o seu "compromisso com a agricultura, a inovação e o crescimento a longo prazo", segundo o comunicado da empresa citado pelo Financial Times.

 

De acordo com a mesma publicação, a transacção engloba o negócio global de herbicidas comercializados sob as marcas Liberty, Basta e Finale, bem como o seu negócio de sementes em vários mercados, da Europa à América do Norte.

 

Em conjunto, estes activos geraram receitas de 1,3 mil milhões de euros no ano passado e um EBITDA de 383 milhões de euros.   

 

De acordo com a BASF, o negócio deverá estar concluído no primeiro trimestre do próximo ano, enquanto a Bayer aguarda luz verde para a compra da Monsanto.

 

Isto depois de, em Agosto, a Comissão Europeia ter iniciado uma investigação aprofundada à compra da Monsanto pela Bayer perante preocupações de que a operação afecte a concorrência nos mercados dos pesticidas e sementes e características, com potencial impacto na qualidade dos produtos e nos preços aos agricultores.

 

Kurt Bock (na foto), CEO da BASF, diz que está a "aproveitar a oportunidade" para adquirir activos altamente atractivos. "Será um complemento estratégico para o bem-sucedido negócio de protecção de culturas da BASF, bem como para as nossas próprias actividades em biotecnologia", acrescentou o responsável citado pelo FT. 

Ver comentários
Saber mais BASF Bayer Monsanto
Mais lidas
Outras Notícias