Indústria Bayer propõe pagar 8 mil milhões para fechar caso do alegado herbicida cancerígeno

Bayer propõe pagar 8 mil milhões para fechar caso do alegado herbicida cancerígeno

A Bayer está em negociações para entregar uma quantia única, entre 6 e 8 mil milhões de dólares, que sirva para responder aos milhares de casos que se acumulam - e possam ainda vir a acumular - na justiça, com queixas de clientes que atribuem problemas cancerígenos à utilização do herbicida Roundup.
Negócios 09 de agosto de 2019 às 10:27
A farmacêutica alemã Bayer quer pôr um ponto final nas várias derrotas multimilionárias que tem sofrido na justiça, nas quais é alegado que o herbicida Roundup provoca cancro. A empresa planeia fechar os mais de 18 mil processos que tem por resolver nos Estados Unidos com a quantia de 8 mil milhões de dólares ( 7,2 mil  milhões de euros), revela a Bloomberg.

Esta solução está a ser negociada, embora um acordo ainda não esteja iminente, declararam as mesmas fontes, próximas das negociações, à Bloomberg. Enquanto a proposta da Bayer oscila entre os 6 e os 8 mil milhões de dólares, os representantes legais da acusação insistem num valor superior a 10 mil milhões para abandonar as respetivas queixas.

Um dos pontos mais difíceis de quantificar durante as conversações é a quantia a a ser cedida para compensar os clientes que ainda não foram diagnosticados como tendo a doença. Este ponto pode demorar meses a ser acordado, estimaram as meses fontes. O objetivo é, contudo, o de acordar uma quantia que sirva todos os casos já interpostos na justiça e aqueles que venham a ser trazidos à mesma sede.

As ações da Bayer disparam 7,51% para os 67,70 euros, e já chegaram a ascender 11,23% para os 70,04 euros durante a sessão. Desde o início do ano, os títulos somam ganhos de 11,84%, embora o aumento das derrotas em tribunal tenha lavado a quebras substanciais durante o ano.

A farmacêutica teve de pagar 2 mil milhões de dólares, no passado mês de maio, a um casal que alegou ter contraído cancro pelo uso do Roundup. Esta foi a terceira batalha judicial perdida pela Bayer. A empresa alemã herdou estes após concretizada a aquisição da Monsanto, em junho do ano passado, por 63 mil milhões de dólares.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI