Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BCP reduz 10% da força laboral nos últimos 12 meses

Nos últimos 12 meses o Banco Comercial Português (BCP) reduziu mais de 1,25 mil postos de trabalho, ou 10% da força laboral. Só nos primeiros três meses deste ano o custo total do banco com reformas antecipadas ascendeu a 67 milhões de euros.

Sara Antunes saraantunes@negocios.pt 24 de Abril de 2006 às 17:55
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Nos últimos 12 meses o Banco Comercial Português (BCP) reduziu mais de 1,25 mil postos de trabalho, ou 10% da força laboral. Só nos primeiros três meses deste ano o custo total do banco com reformas antecipadas ascendeu a 67 milhões de euros.

Na apresentação dos resultados do primeiro trimestre de 2006, o BCP diz que «prosseguiu, como previsto, o programa de melhoria de eficiência operativa, nomeadamente de redimensionamento do quadro de colaboradores (reformas antecipadas) tendo os respectivos custos de reestruturação (não recorrentes) ascendido a 67 milhões de euros», segundo o comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Entre Março de 2005 e Março do corrente ano, o BCP viu ser diminuído o número de trabalhadores em 10% passando dos 12.507 para os 11.251.

Os custos totais com pessoal «situaram-se nos 223,1 milhões de euros nos primeiros três meses de 2006», sendo que 66,8 milhões correspondem a «custos de natureza não recorrente associados a reformas antecipadas», esclarece o banco liderado por Paulo Teixeira Pinto.

Os custos totais com pessoal aumentaram assim 1,2% face ao mesmo trimestre de 2005, com o banco a explicar que o números comparam «favoravelmente com o trimestre anterior», pois já reflectem «o impacto dos programas de redimensionamento do quadro de colaboradores e de racionalização da rede de balcões que o banco tem vindo a realizar».

O BCP, no âmbito da oferta pública de aquisição (OPA) que lançou ao Banco BPI, manifestou o interesse em dispensar cerca de três mil trabalhadores e suprimir 300 balcões, caso a OPA tenha sucesso.

As acções do BCP [bcp] encerraram a cair 1,19% para os 2,50 euros.

Outras Notícias