Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Belém desmente que Sampaio tenha forçado Governo a travar Iberdrola

Casa Civil do Presidente da República desmentiu hoje uma declaração atribuída ao Chefe de Estado pelo «Diário Económico» indicando que Jorge Sampaio tinha forçado José Sócrates a travar a entrada da Iberdrola nos órgãos sociais da EDP, noticiou a Lusa.

Negócios negocios@negocios.pt 06 de Janeiro de 2006 às 12:44
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Casa Civil do Presidente da República desmentiu hoje uma declaração atribuída ao Chefe de Estado pelo «Diário Económico» indicando que Jorge Sampaio tinha forçado José Sócrates a travar a entrada da Iberdrola nos órgãos sociais da EDP, noticiou a Lusa.

Na edição de hoje, o «Diário Económico» refere que Jorge Sampaio explicou ao jornal a sua intervenção neste caso, depois de ter recebido na segunda-feira accionistas privados da empresa e terça-feira o ministro da Economia, Manuel Pinho, para falar deste assunto.

«Presidente força Sócrates a travar Iberdrola na EDP», é a manchete do jornal que noticia que a empresa espanhola com uma posição accionista de 5,7% na eléctrica portuguesa abdicou de entrar no Conselho Superior da EDP.

«Há uma fundamental preocupação de interesse nacional no desenho da política energética portuguesa, e esse desenho é fundamental para o país. Nesse sentido, agi em conformidade com os poderes do Presidente para defender, justamente , esse interesse nacional, agora e no médio longo prazo», diz o jornal atribuindo a declaração a Jorge Sampaio.

Em comunicado, a Casa Civil do Presidente da República diz que esta declaração atribuída ao Presidente da República «é completamente falsa e da única e exclusiva responsabilidade do ‘Diário Económico’».

«O Presidente da República lamenta o recurso a estes processos inaceitáveis», refere a mesma nota.

Segundo a nota oficial, na quinta-feira o director do «Diário Económico» tinha sido informado formalmente, pelos canais apropriados, que o Presidente da República não estava disponível para fazer qualquer declaração ao jornal.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias