Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Belmiro de Azevedo deixa recado ao Governo sobre «mega-projectos» de infra-estruturas

O presidente da Sonae, Belmiro de Azevedo, aconselha que «mega-projectos» de infra-estruturas sejam analisados à lupa com vista a não executá-los caso não haja dinheiro.

Ana Torres Pereira atp@negocios.pt 08 de Setembro de 2005 às 18:47
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O presidente da Sonae, Belmiro de Azevedo, aconselha que «mega-projectos» de infra-estruturas sejam analisados à lupa com vista a não executá-los caso não haja dinheiro.

«Este é um projecto [troia] que multiplicado por 50, feito por nós ou por outros, terá um valor muito inferior ao ‘mega-projecto’ de infra-estruturas que eu também gostaria de realizar, depois de ter dinheiro em caixa para o fazer», referiu Belmiro

O presidente da Sonae, à margem da cerimónia de implosão das duas torres em Tróia, quando questionado se estava a referir-se aos projectos anunciados pelo Governo para a Ota e TGV, escusou-se a detalhar.

Reiterou apenas que «eu também gostava de fazer ‘mega-projectos’, se tiver dinheiro para os fazer», acrescentando que «não sei se [o governo] tem ou não que fazer, tem é que debater se é importante, optar e prioritizar».

O líder de um dos maiores grupos económicos nacionais aconselhou que é importante «gerir, é importante executar, mas para isso é importante ter prioridades. Não se pode fazer tudo de uma vez só e ao mesmo tempo».

O Governo anunciou recentemente um plano de investimentos em infra-estruturas prioritárias com um volume de investimentos de 25 mil milhões de euros, onde se destaca o TGV e a construção de um novo aeroporto na Ota.

Ver comentários
Outras Notícias