Desporto Benfica é o quarto maior vendedor da Europa desta década

Benfica é o quarto maior vendedor da Europa desta década

O clube da Luz gerou um total de 780 milhões de euros com transferência de jogadores desde 2010. Só Mónaco, Chelsea e Juventus fizeram mais. FC Porto surge em 11.º lugar.
Benfica é o quarto maior vendedor da Europa desta década
Lusa
Gonçalo Almeida 05 de setembro de 2019 às 14:08

Depois de um verão positivo para os bolsos do Benfica, com a venda de João Félix por 126 milhões de euros para o Atlético de Madrid, os encarnados chegaram-se à frente na lista de clubes que mais dinheiro geraram com a venda de jogadores de futebol, segundo a análise financeira do Observatório do Futebol – CIES.

No período entre 2010 e 2019, o clube português fez 780 milhões de euros com a venda de atletas. O FC Porto, com um ganho acumulado de 592 milhões de euros, aparece na 11.ª posição.

A liderar a tabela surge o Mónaco, comandado pelo português Leonardo Jardim, com mais de mil milhões de euros arrecadados neste período. Para isso contribuíram as vendas de Kylian Mbappé (135 milhões de euros), de James Rodríguez (75 milhões de euros), de Thomas Lemar (70 milhões de euros), de Benjamin Mendy (58 milhões de euros) e de Bernardo Silva (50 milhões de euros).

Fora das "Big 5", as cinco maiores ligas da Europa - Inglaterra, Espanha, Itália, Alemanha e França – apenas Benfica, FC Porto e Ajax (513 milhões de euros) surgem nas primeiras vinte posições.

A análise do CIES mostra ainda que desde 2011 a inflação nas vendas de futebolistas foi de 181%.

 

Maiores transferências do Benfica desde 2010

João Félix (para o Atlético Madrid) por 126 milhões de euros

Ederson (para o Manchester City) por 40 milhões de euros

Axel Witsel (para o Zenit) por 40 milhões de euros

Raúl Jimenez (para o Wolves) por 38 milhões de euros

Nélson Semedo (para o Barcelona) por 36 milhões de euros

 

Maiores transferências do Porto desde 2010

Éder Militão (para o Real Madrid) por 50 milhões de euros

Eliaquim Mangala (para o Manchester City) por 45 milhões de euros

James Rodríguez (para o Mónaco) por 45 milhões de euros

Hulk (para o Zenit) por 40 milhões de euros

Falcao (para o Atlético Madrid) por 40 milhões de euros




pub

Marketing Automation certified by E-GOI