Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Berardo teme que PT venha a ser "obrigada a vender ao preço que a Telefónica quiser"

Joe Berardo diz que o Governo português não tinha necessidade de utilizar a “golden share” para vetar a venda da Vivo e teme agora que a PT venha no futuro a ser obrigada a vender este activo “ao preço que a Telefónica quiser”.

Negócios negocios@negocios.pt 30 de Junho de 2010 às 18:21
  • Partilhar artigo
  • 7
  • ...
Joe Berardo diz que o Governo português não tinha necessidade de utilizar a “golden share” para vetar a venda da Vivo e teme agora que a PT venha no futuro a ser obrigada a vender este activo “ao preço que a Telefónica quiser”.

No futuro podem vir a ser “obrigados a vender [a Vivo] ao preço que a Telefónica quiser”, disse Joe Berardo, accionista da PT, em declarações à RTPN.

Berardo defendia que a PT devia manter a posição na Vivo, mas de forma amigável com a Telefónica.

Lembrou que a proposta de 7,15 mil milhões de euros “já não tem validade” e que a PT “tem a responsabilidade por todos os accionistas, trabalhadores e pensionistas”.

“Como a situação financeira do país não está muito favorável, vamos ter problemas”, argumentou Berardo, afirmando que “não precisávamos deste decisão”

Adiantou que o Governo português “soube decidir e tirar a vantagem” da “golden share”, mas que a situação é “muito desconfortável”.

Ver comentários
Outras Notícias