Imobiliário Berlim faz compra inédita de 6.000 casas para aliviar preços das rendas

Berlim faz compra inédita de 6.000 casas para aliviar preços das rendas

A escalada dos preços das casas está a ser travada, na Alemanha, com a compra de largos parques habitacionais.
Berlim faz compra inédita de 6.000 casas para aliviar preços das rendas
Negócios com Bloomberg 27 de setembro de 2019 às 12:41

Uma imobiliária detida pelo Estado alemão comprou 6.000 apartamentos por 920 milhões de euros. Uma iniciativa que pretende dar resposta ao aumento a pique das rendas das casas na capital alemã.

Os imóveis foram adquiridos à ADO Properties, naquela que foi a maior transação desta natureza feita pela cidade de Berlim, com o objetivo de garantir casa a preços acessíveis.

"Isto serve o propósito de manter as rendas estáveis e oferecer segurança aos arrendatários, disse o presidente da Câmara de Berlim, Michael Mueller. "Ao mesmo tempo, continuaremos a construir novos apartamentos e a tornar o congelamento de rendas legalmente seguro", avançou ainda.

Os apartamentos em causa estão localizados sobretudo nas zonas periféricas de Spandau e Reinickendorf.

Os analistas veem, contudo, uma sobrevalorização dos ativos adquiridos. "Os nossos cálculos primários apontam para um preço algo elevado para um produto de qualidade inferior", escrevem os analistas da Jefferies, citados pela Bloomberg. As estimativas desta casa de investimento apontam para um prémio de 10% sobre o valor contabilístico dos ativos.

Esta medida chega na sequência de várias outras que têm sido implementadas nesta área. Em Berlim, de forma a controlar a especulação imobiliária numa cidade onde cerca de 85% da população arrenda casa. Em junho, Berlim aprovou o congelamento das rendas por um prazo de cinco anos, a partir de 2020.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI