Banca & Finanças BES "mau" ficou com activos avaliados em 1.000 milhões de euros

BES "mau" ficou com activos avaliados em 1.000 milhões de euros

Os activos tóxicos que ficaram no Banco Espírito Santo foram avaliados em 1.000 milhões de euros. Em causa estão os créditos sobre empresas não financeiras do Grupo Espírito Santo, as participações no BES Angola, ES Bank Miami, Aman Bank.
BES "mau" ficou com activos avaliados em 1.000 milhões de euros
Bloomberg
Maria João Gago 15 de outubro de 2014 às 13:40

Mil milhões de euros era o valor do balanço provisório do BES "mau" no momento em que a instituição foi alvo da medida de resolução que levou à transferência dos activos saudáveis para o Novo Banco.

 

"Após a transferência de activos e passivos para o banco de transição e o reconhecimento das perdas dos activos e passivos que ficarão no BES, referido como "bad bank", o valor total dos activos líquidos que permanecem no BES é de 1.000 milhões de euros", refere a carta sobre a aprovação da resolução ao BES assinada pelo vice-presidente da Comissão Europeia, Joaquín Almunia, datada de 3 de Agosto e publicada esta quarta-feira, 15 de Outubro.

 

Entre os activos que permanecem no BES, cujo balanço após a resolução ainda não é conhecido, estão os créditos sobre as empresas do Grupo Espírito Santo, bem como as participações em diversas instituições financeiras fora de Portugal, como o BES Angola, o Espírito Santo Bank em Miami e o líbio Aman Bank.

 

Já o Novo Banco, banco de transição que ficou com os activos saudáveis do BES, foi constituído com um activo de cerca de 64 mil milhões de euros, de acordo com o balanço provisório da instituição que acompanha a carta do responsável da Comissão Europeia. A versão definitiva do balanço inicial da instituição está, neste momento, a ser auditada pela PricewaterhouseCoopers, antes de ser divulgada publicamente.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI