Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BES eleva tecto máximo da remuneração variável do Conselho de Administração

O Banco Espírito Santo (BES) decidiu, ontem, em assembleia geral, premiar os 31 administradores da instituição com 1% dos resultados distribuídos em 2003, ou seja, 1,918 milhões de euros.

Sílvia de Oliveira 31 de Março de 2004 às 08:20
  • Partilhar artigo
  • ...

O Banco Espírito Santo (BES) decidiu, ontem, em assembleia geral, premiar os 31 administradores da instituição com 1% dos resultados distribuídos em 2003, ou seja, 1,918 milhões de euros.

Este montante representa, porém, apenas 0,8% dos lucros do exercício. Até ontem, segundo os estatutos do banco (nº 3 do artigo 23º), "à remuneração fixa poderá acrescer uma percentagem dos lucros da sociedade, a deliberar pela assembleia geral. Neste caso, a percentagem global destinada aos administradores não poderá exceder 1% dos lucros líquidos de exercício".

Mas ontem, os accionistas aprovaram, em assembleia geral, uma alteração que se traduz no aumento deste tecto para os 5%.

Segundo adiantou ao Jornal de Negócios fonte oficial do BES, esta alteração teve por objectivo alinhar a política interna do banco com as melhores práticas de empresas portuguesas e estrangeiras.

(mais informação na edição de hoje do Jornal de Negócios)

Ver comentários
Outras Notícias