Banca & Finanças BESI passa a chamar-se Haitong Bank

BESI passa a chamar-se Haitong Bank

A unidade de investimento do Novo Banco passa a chamar-se Haitong Bank, depois da venda ter ficado concluída, esta segunda-feira, à sociedade Haitong International Holdings Limited, com sede em Hong Kong.
BESI passa a chamar-se Haitong Bank
Bruno Simão/Negócios
Negócios 07 de setembro de 2015 às 13:43

O Banco Espírito Santo de Investimento (BESI) não mudou apenas de mãos. Mudou também de nome. O banco liderado por José Maria Ricciardi passou a chamar-se Haitong Bank, carregando na sua designação o nome dos novos donos, os chineses da sociedade Haitong International Holdings Limited.

"Haitong Bank, S.A. informa que, na sequência do deliberado em assembleia geral universal reunida hoje (…) foi determinado alterar a denominação social de Banco Espírito Santo de Investimento, SA para Haitong Bank, SA, tendo os respectivos estatutos sido alterados em conformidade", informa o comunicado emitido à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Esta decisão surge na sequência da venda da unidade de investimento do Novo Banco à sociedade de Hong Kong, finalizada esta segunda-feira, 7 de Setembro, nove meses depois da celebração do contrato que previa a passagem do BESI para a sociedade chinesa.

 

"Na sequência do comunicado de 8 de Dezembro de 2014, o Novo Banco informa (…) que concluiu, na presente data, a venda à sociedade Haitong International Holdings Limited, sociedade constituída em Hong Kong (…) da totalidade do capital social do Banco Espírito Santo de Investimento SA (BESI), pelo preço de 379.000.000 de euros na sequência da verificação de todas as condições necessárias para a concretização da operação", informou o Novo Banco em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

O banco liderado para José Maria Ricciardi já tinha recebido todas as autorizações para o negócio, a última das quais do Banco Central do Brasil, onde o BESI tem uma subsidiária.

"Estamos contentes por esta aquisição ter sido concluída com sucesso. Agora vamos olhar para a frente e trabalhar com a equipa de forma a cumprir a nossa ambição de nos tornarmos uma das instituições financeiras líderes mundiais", afirma o vice-presidente executivo da Haitong, Hiroki Miyazato, num comunicado enviado às redacções. 

Já José Maria Ricciardi considera, no mesmo comunicado, que 
"a combinação das duas entidades – BESI e Haitong – vai trazer benefícios únicos quer para os novos como para os actuais clientes", uma vez que os liga "ao mercado de uma das maiores economias do mundo e de maior crescimento, bem como a mercados desenvolvidos e a outras economias emergentes chave", realça o presidente do Haitong Bank.

(Notícia actualizada às 16h30 com citações de Ricciardi e Hiroki Miyazato)




pub