Banca & Finanças BiG cria solução digital para casar PME e investidores

BiG cria solução digital para casar PME e investidores

Banco lança a plataforma digital "Capitalizer" destinada a facilitar o acesso das PME ao financiamento. Esta solução conta, no arranque, com a adesão de 15 parceiros/investidores institucionais.
BiG cria solução digital para casar PME e investidores
Celso Filipe 23 de fevereiro de 2018 às 17:26
O BiG (Banco de Investimento Global) anunciou esta sexta-feira, 23 de Fevereiro, o lançamento do "Capitalizer" uma solução digital que tem por objectivo dinamizar o acesso das PME (pequenas e médias empresas) a capital de parceiros ou investidores profissionais. Irá começar por Portugal e Espanha e o objectivo final, de acordo com Mário Bolota, administrador do BiG, é o de que tenha uma "lógica pan-europeia".

Trata-se de um serviço que "democratiza o acesso por parte das PME aos serviços tradicionais de assessoria financeira em fusões e aquisições", sublinha o banco em comunicado.

Esta plataforma digital do BiG (www.capitalizer.eu) destina-se a PME com um resultado operacional superior a 300 mil euros e resultados líquidos positivos. "Nesta fase de lançamento o "Capitalizer" conta desde já com 15 parceiros/investidores profissionais, incluindo vários dos principais operadores ibéricos de capital de risco focados no segmento 'mid market' e que detém mais de 4 mil milhões de euros em activos sob gestão", adianta o BiG.

O funcionamento do "Capitalizer" é simples. As empresas interessadas em obter financiamento inscrevem-se no site e aparecerá um "teaser" onde é revelada essa intenção sem identificar o nome da empresa. Caso surjam mainfestações de interesse por parte dos investidores a relação entre as duas partes será regida por um regime de confidencialidade que poderá, ou não, conduzir a um acordo entre as partes. 

Na prática, a plataforma disponbiliza ferramentas que vão dando apoio a todas as etapas do processo de negociação entre as PME e os investidores.

Segundo o BiG, a estratégia passa também por promover esta solução através da "contribuição de angariadores que poderão recomendar o "Capitalizer" a empresas e empresários que pretendam um parceiro de capital, recebendo como compensação uma percentagem da comissão de sucesso" dos negócios que se concretizem



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
pub