Economia Bill Gates volta a ser o homem mais rico do mundo

Bill Gates volta a ser o homem mais rico do mundo

O co-fundador da Microsoft recuperou o lugar cimeiro na lista de multimilionários de 2014, elaborada pela “Forbes”. A completar o pódio estão o mexicano Carlos Slim e o espanhol Amacio Ortega. Os chineses são a nacionalidade mais presente, com 152 cidadãos neste “ranking” dos mais ricos. Isabel dos Santos é a única presença angolana, no 408º lugar, quando em 2013 ocupava a 736ª posição.
Bloomberg Bloomberg Bloomberg Bloomberg Bloomberg Bloomberg Bloomberg Bloomberg Bloomberg Bloomberg Bloomberg Bloomberg Bloomberg Bloomberg Bloomberg Bloomberg Bloomberg Bloomberg Bloomberg Bloomberg
Carla Pedro 03 de março de 2014 às 14:58

A riqueza de Bill Gates está avaliada em 76.000 milhões de dólares (67.000 milhões em 2013), o que o torna dono da maior fortuna do mundo. Conquistou assim o 1º lugar da lista da “Forbes”, destronando o empresário mexicano Carlos Slim, que passou para a 2ª posição, com 72.000 milhões de dólares.

 

Assim, depois de quatro anos de ausência na posição cimeira (que foi ocupada por Slim), Gates regressa à liderança, depois de a sua fortuna ter aumentado no ano passado em 9.000 milhões de dólares.

 

A completar o trio dos mais ricos está o espanhol Amancio Ortega, dono da cadeia Zara, com 64.000 milhões de dólares.

 

O dono da Berkshire Hathaway, o célebre investidor Warren Buffett, figura no 4º lugar, com uma fortuna avaliada, em Março de 2014, em 58.200 milhões de dólares. O quinto lugar é ocupado por Larry Elliason, fundador da Oracle.

 

Quanto ao Top 20, manteve-se praticamente inalterado. Com efeito, há uma única entrada nas 20 maiores fortunas do mundo: Larry Page, da Google.

 

A primeira mulher surge no 9º lugar e é a norte-americana Christy Walton, nora do fundador da Wal-Mart (Sam Walton). Aliás, nos primeiros 14 lugares desta lista, figuram quatro “Waltons”, todos eles ligados à retalhista Wal-Mart.

 

O recorde, por nacionalidades, pertence aos EUA [muito à conta do crescimento das tecnologias e do mercado accionista], com 492 multimilionários, seguidos da China, com 37 “novas caras”, numa lista onde contam com 152 nomes (o que constitui um novo recorde, porque nunca a China teve tantos representantes entre as maiores fortunas do mundo). A terceira maior presença é a russa, com 111 nomes.

 

A única presença de Angola é marcada pela filha do presidente José Eduardo dos Santos, que passa da 736ª posição no ano passado para o 408º lugar este ano, com 3.700 milhões de dólares. Isabel dos Santos reparte esta posição com mais 20 nomes, todos eles com a fortuna avaliada no mesmo valor.

 

De toda a lista, este ano na sua 28ª edição, quem mais viu crescer a sua riqueza (em 15.200 milhões de dólares) foi Mark Zuckerberg. O fundador do Facebook é o 21º mais rico do mundo, com 28.500 milhões de dólares, quando em Março do ano passado a sua fortuna era de 13,3 mil milhões (66º lugar).

 

No total, há 1.645 multimilionários, com uma fortuna agregada de 6,4 biliões de dólares, contra 5,4 biliões no ano passado. Há 42 novas mulheres multimilionárias, tendo a lista 172 representantes do sexo feminino (um recorde), contra 138 no ano passado.

 

A “Forbes” concluiu também, com a elaboração deste “ranking”, que as fortunas começam a chegar a novos lugares. “Encontrámos multimilionários pela primeira vez na Argélia, Lituânia, Tanzânia e Uganda. E, também pela primeira vez, um africano, Aliki Dangote [cimento, açúcar e farinha são as três ‘commodities’ responsáveis pela sua fortuna] da Nigéria, entra no Top 25”, sublinha a revista.

 

Bill Gates

William Henry Gates III, com 58 anos, co-fundou a Microsoft com Paul Allen a 4 de Abril de 1975. É também um reconhecido filantropo, tendo criado em 2000, com a sua mulher Melinda, Fundação Bill e Melinda Gates.

 

A revista “Time” descreveu-o como uma das 100 pessoas mais influentes do mundo. Além de ser considerado um visionário no mundo das tecnologias, por ter apostado no software numa altura em que se dava grande importância ao hardware, Bill Gates é também um acérrimo defensor da investigação & desenvolvimento em torno da SIDA e de outras doenças que atingem, em grande parte, os países em desenvolvimento. É o caso da malária, que tem tentado erradicar de África.

 

Tem tido também, no âmbito da filantropia, um forte aliado: Warren Buffett, que tem doado grande parte da sua fortuna às causas da Fundação Bill e Melinda Gates.

 

Bill Gates tem três filhos do seu casamento com Melinda: Jennifer, Rory e Phoebe.

 

Carlos Slim

É o segundo homem mais rico do mundo devido aos seus investimentos em telecomunicações, serviços financeiros, construção, restauração, minas, hotelaria e outras indústrias. Detém participações em mais de 200 empresas, como a América Móvil, Carso Global Telecom, Grupo Carso, Inbursa, Ideal, Saks Inc. e Telmex – operadora mexicana que já deteve uma participação na Portugal Telecom.

 

As participações de Carlos Slim, com 74 anos, são de tal forma vastas que até um restaurante mexicano brinca com o assunto, podendo ler-se a seguinte informação no seu menú: “Este restaurante é o único no México que não é detido por Carlos Slim”.

 

Algumas das suas empresas são geridas pelos seus três filhos - Carlos, Marco António e Patrick. “É muito difícil passar um dia no México sem lhe pôr dinheiro no bolso”, referia há alguns anos o “Wall Street Journal”.

 

Amancio Ortega

Amancio Ortega Gaona é o dono da Inditex, cadeia retalhista espanhola que detém marcas como a Zara e a Massimo Duti.

 

Prestes a completar 78 anos [no próximo dia 28 de Março], Ortega tem três filhos – Sandra, Marcos e Marta – mas diz que a sua fortuna será, em grande parte doada. Tal como Warren Buffett, Ortega quer que os seus filhos saibam o valor do trabalho árduo, pelo que tenciona deixar-lhes apenas o suficiente para uma vida sem preocupações.

 

Vive na Corunha (Galiza), não dá entrevistas há já alguns anos e já não comparece na abertura de novas lojas do seu império.

 

 

 

(Notícia actualizada às 15h46)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI