Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BIS: Criptomoedas podem "rebentar" com a Internet

O organismo que coordena os bancos centrais alerta que as criptomoedas têm um problema de escala e se atingissem uma dimensão considerável, poderiam até provocar perturbações na Internet.

Reuters
Negócios jng@negocios.pt 18 de Junho de 2018 às 00:40
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...

O Banco de Pagamentos Internacionais (BIS, na sigla inglesa) lançou este domingo um novo alerta sobre as criptomoedas, como a bitcoin.

 

Em Fevereiro tinha considerado que as criptomoedas "tornaram-se uma mistura de bolha, esquema Ponzi e desastre ambiental". Agora, o organismo que coordena os bancos centrais vai mais longe, alertando que as criptomoedas têm um problema de escala e se atingissem uma dimensão considerável, poderiam até provocar perturbações na Internet.

 

Num capítulo do seu relatório anual, que foi publicado este domingo, o BIS faz um exercício para exemplificar que as criptomoedas são "inadequadas" para cumprir o requisito de meio de pagamento diário.

 

"Para processar as transacções digitais que estão actualmente a cargo de um número selecto de sistemas de pagamentos no retalho, mesmo assumindo projecções optimistas, a dimensão dos registos seriam superiores à capacidade de armazenamento de um smartphone numa questão de dias, de um computador pessoal em semanas e de um servidor em meses", refere o BIS.

 

Contudo, o problema vai muito além da capacidade de armazenamento, estando também no processamento. Segundo o BIS, "apenas os supercomputadores poderiam fazer a verificação das transacções".

 

O BIS vai mais longe e refere mesmo que num cenário em que as criptomoedas se tornassem um meio de pagamento muito utilizado, era a internet que poderia ficar em causa. "O volume de comunicações associado poderia gerar interrupções na Internet, com milhões de utilizadores a trocar ficheiros com a dimensão de um terabyte", refere o BIS.

 

Estes são alguns dos argumentos pelos quais BIS repete que as criptomoedas nunca poderão almejar o estatuto de moeda e meio de pagamento generalizado. No relatório deste domingo, repete que as criptomoedas são instáveis, consomem demasiada energia e estão sujeitas a fraude e manipulação. 

 

Ver comentários
Saber mais Ponzi Banco de Pagamentos Internacionais BIS
Mais lidas
Outras Notícias