Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Boavista deve 20 milhões de euros à Somague; conclusão do estádio comprometido para Euro 2004

O Boavista Futebol Clube deve 20 milhões de euros à Somague, construtora responsável pela renovação do seu estádio, estando em causa a conclusão do mesmo para o Campeonato Europeu de Futebol que Portugal vai realizar em 2004, apurou o Negocios.pt.

Bárbara Leite 05 de Junho de 2002 às 16:23
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O Boavista Futebol Clube deve 20 milhões de euros à Somague, construtora responsável pela renovação do seu estádio, estando em causa a conclusão do mesmo para o Campeonato Europeu de Futebol que Portugal vai realizar em 2004, disse fonte próxima do processo ao Negocios.pt.

As obras de renovação do actual estádio de futebol daquele clube nacional «estão suspensas desde Dezembro passado», disse a mesma fonte ao Negocios.pt.

O reinicio das obras de melhoria de estádio «não têm data prevista».

A construtora nacional aguarda resolução desta situação para a retoma da renovação do estádio do clube liderado por João Loureiro.

Contactado, Diogo Vaz Guedes, presidente da Somague [SMG], preferiu não comentar esta informação afirmando que «não comento nada relacionado com o Euro 2004 porque já se falou demais».

Além da renovação do estádio do Boavista, a Somague está responsável pela construção de outros três novos estádios dos clubes Benfica, Porto e Leiria. Este último está a ser construído no âmbito de um consórcio com a empresa Lena e Tâmega.

No âmbito do Euro 2004, os estádios nacionais terão que estar preparados para este evento sob pena da perda da realização do mesmo no nosso país.

As acções da Somague cotavam nos 6,60 euros, a cair 2,22%.

Ver comentários
Outras Notícias