Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bosch reforça aposta em Aveiro na investigação para o todo o grupo

O Centro de Investigação e Desenvolvimento da Bosch, em Aveiro, vai receber actividades de desenvolvimento de software e aplicações para vários produtos do grupo, que até aqui eram feitas a partir da Índia.

Ricardo Castelo/Negócios
Lusa 21 de Setembro de 2015 às 19:38
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A informação foi avançada hoje pelos responsáveis pela Bosch Termotecnologia, na apresentação de novos produtos de água quente, dotados de conectividade, que vão permitir controlar os consumos de gás e água, a partir dos smartphones.

 

Em Aveiro, unidade que alberga o centro de competência em soluções de água quente, a nível mundial, que a Bosch havia deslocalizado da Alemanha, o grupo iniciou em Março a construção de um segundo centro de investigação e desenvolvimento, num investimento estimado de 25 milhões de euros e que pressupõe a contratação, até 2020, de 150 engenheiros, 30 dos quais contratados já este ano, adiantou hoje o novo director da fábrica, António Conde.

 

A este novo centro, em construção, caberá desenvolver tecnologias de conectividade, de eficiência energética e redução de emissões para residências sustentáveis.

 

A própria fábrica de Aveiro, que lidera o mercado europeu em soluções para água quente, conseguiu nos últimos anos reduzir para cerca de metade a utilização de cobre na produção de esquentadores, sublinhou António Conde.

 

Apesar de a construção do novo edifício ainda estar em curso, a Bosch está já a receber no Centro de Investigação e Desenvolvimento existente actividades partilhadas para outras unidades de negócio do grupo, nomeadamente de desenvolvimento de software e aplicações.

 

Os novos produtos hoje apresentados reflectem esse trabalho de investigação, aplicado à produção em série, como é o caso do esquentador Sensor Connect, um esquentador termostático, com frente em vidro e painel "touch", que pode ser controlado à distância por um smartphone, por enquanto via Bluetooth, mais tarde por wi-fi.

 

Esquentadores e caldeiras com aproveitamento da condensação e agora ligação em rede, para reduzir os consumos, a par das bombas de calor, consideradas a tecnologia de ponta para a climatização, são produtos que saem da fábrica de Aveiro para 54 países.

 

A unidade de Aveiro, com 1028 colaboradores, obteve um volume de vendas em 2014 de 220 milhões de euros (90% para exportação).

Ver comentários
Saber mais Bosch Termotecnologia Bosch Aveiro
Outras Notícias