Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Botton: "Penso que não haverá recuo mas uma adaptação" da proposta para a TSU

O líder da Logoplaste defende que a medida da TSU, nos moldes em que é conhecida até hoje, não devia ir avante e defende mesmo que não haverá ninguém a favor desta medida , uma vez que quer empresários quer trabalhadores já se manifestaram contra.

Ana Laranjeiro alaranjeiro@negocios.pt 18 de Setembro de 2012 às 12:08
  • Partilhar artigo
  • 8
  • ...
Para o presidente da Logoplaste, Filipe Botton, o aumento das contribuições para a Segurança Social por parte dos trabalhadores e a descida da Taxa Social Única (TSU) para as empresas “não devia ir avante”. Empresários e trabalhadores já se manifestaram contra a medida e, por isso, o empresário defende que “não haverá ninguém a favor desta medida”. “Penso que o Governo terá o bom senso, a consciência que esta medida” não é adequada, acrescentou.

Aos jornalistas, à margem de uma conferência sobre competitividade e crescimento, em Lisboa, Botton sinalizou ainda que “não haverá um recuo” por parte do Governo mas sim “uma adaptação da medida”.

Quanto ambiente político, Botton considera que “não há crispação política”, mas um “momento de divergência” e não vê “de forma alguma um colapso do Governo, nem um fim da coligação”. “Há um empolamento da questão, nomeadamente, pela comunicação social”, frisa.

Quanto a eventuais eleições antecipadas, Filipe Botton considera que “é quase ridículo” falar em eleições antecipadas. “Acho que esse tema nem sequer esta em cima da mesa, nem deverá ser posto em cima da mesa. É mau para Portugal e é péssimo em termos de imagem que estamos a passar”, salienta.






Ver comentários
Saber mais Botton
Outras Notícias