Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BPI considera "positiva" compra da portuguesa Recicom pela Europac

O Grupo Europac comprou a empresa portuguesa Recicom, operação que o BPI classifica como "positiva".

Andreia Major amajor@negocios.pt 19 de Outubro de 2011 às 12:23
O BPI avalia como “positiva” a operação de compra da Europac (Papeles y Cartones de Europa, SA), através da sua filial Europac Recicla, da portuguesa Recicom.

O BPI atribuiu um impacto “neutro” à operação de compra da Europac, referindo que considera a aquisição “positiva” de um ponto de vista estratégico, dado que "permite à empresa ampliar mais o seu perfil de integração, nomeadamente alavancar a sua integração de matérias-primas de 4% para 25%".

“Sabemos que a empresa pretende alcançar a auto-suficiência de 50% do papel reciclado nos próximos seis a doze meses, o que significa que a aquisição vem em linha com os objectivos da empresa para a área de reciclagem.

O BPI confere uma recomendação de “compra” das acções da Europac, e um potencial de valorização de 75,6%. A operação vai permitir à empresa aumentar a sua colecção anual de papel em seis mil toneladas.

A Recicom é uma empresa de gestão e tratamento de resíduos perigosos e não perigosos, sedeada na Figueira da Foz, que a partir de agora se passará a chamar Europac Recicla Figueira.

Actualmente a Recicom gere 6.000 toneladas anuais de resíduos, valor que a Europac quer aumentar substancialmente nos próximos meses.

A Europac Recicla tem três centros em Portugal, os quais gerem em conjunto 160 mil toneladas de resíduos por ano, correspondendo a uma quota de mercado de cerca de 20%.

“A Europac Recicla detém ainda centros de reciclagem em Lisboa e no Porto, pelo que esta nova aquisição vai permitir uma maior cobertura do território nacional”, explica o comunicado da Europac, acrescentando que Portugal tem sido determinante no crescimento do Grupo Europac.



Ver comentários
Saber mais Europac Recicom BPI compra
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio