Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BPI sobe Mota Engil para «buy» com alvo de 3,20 euros

A Mota Engil é a cotada ibérica preferida pelo BPI que subiu a anterior recomendação de «manter» para «comprar», tornando-a a sua «top pick» ibérica e avançando um preço alvo de 3,20 euros.

Ricardo Domingos rdomingos1@gmail.com 20 de Junho de 2005 às 09:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Mota Engil é a cotada ibérica preferida pelo BPI que subiu a anterior recomendação de «manter» para «comprar», tornando-a a sua «top pick» ibérica e avançando um preço alvo de 3,20 euros.

Tendo em conta a actual cotação as acções da Mota têm um potencial de valorização de 29% até 2006.

Num estudo relativo a «Iberian Small & Mid Caps», apresentado hoje em Madrid, o BPI afirma que a maior construtora nacional em termos de volume de negócios tem três factores que poderão suportar a sua subida em bolsa a médio prazo.

O primeiro identificado prende-se com o aumento do «free-float» em cerca de 22% em Fevereiro passado que «ajudou a acção a ganhar visibilidade, conseguindo atrair a atenção de quase todas as principais casas de investimento», afirma o estudo.

Em segundo lugar, apesar da economia portuguesa apresentar alguma fragilidade - o PIB nacional cresceu 0,1% em cadeia no primeiro trimestre deste ano - os lucros da empresa deverão ter um crescimento sustentado devido a uma grande carteira de encomendas e ao facto de o Governo apresentar um plano de investimento em obras públicas de 20 mil milhões de euros para os próximos quatro anos.

Outro factor positivo refere-se com a diversificação do negócio para áreas com maiores perspectivas de crescimento e maiores margens, como sejam as áreas das concessões, gestão de resíduos e estruturas metálicas.

O aumento da exposição da empresa à actividade fora de Portugal, como a Polónia e a Hungria, «acrescenta definitivamente visibilidade e sinaliza muito boas perspectivas para o futuro».

A empresa presidida por António Mota lidera um grupo de cinco empresas consideradas as acções preferidas do BPI e onde se incluem a Prosegur, a Vidrala, a Cintra e a Sojecable.

As acções da Mota Engil [egl] seguiam asubir 0,81% para 2,50 euros.

*em Madrid

Ver comentários
Outras Notícias