Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BPP confirma a compra de mais de 2% do capital do BCP

O Banco Privado Português (BPP), na qualidade de procurador da sociedade belga Privado Financeiras, diz que esta passou a ser titular de 2,041% dos direitos de voto do Banco Comercial Português (BCP), uma notícia que já tinha sido avançada pelo Jornal de

Pedro Carvalho pc@mediafin.pt 30 de Abril de 2007 às 16:59
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O Banco Privado Português (BPP), na qualidade de procurador da sociedade belga Privado Financeiras, diz que esta passou a ser titular de 2,041% dos direitos de voto do Banco Comercial Português (BCP), uma notícia que já tinha sido avançada pelo Jornal de Negócios.

Num comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Privado Financeiras diz que a partir de 26 de Abril passou-lhe a ser imputada uma posição de 2,041% no capital do Banco Comercial Português (BCP) [BCP].

Esta comunicação foi efectuada pelo Banco Privado Português (BPP),  na qualidade de procurador do Privado Financeiras.

À empresa são imputados 1,505% do BCP por força de um acordo de "share swap transaction"; mais 0,496% imputáveis à carteira própria do BPP por força de dois acordos de "equity option transaction"; e mais 0,04% do capital imputáveis ao BPP, por força de contratos de gestão de carteira discricionária com clientes.

No total, são imputados ao BPP 73.714.497 acções representativas de 2,041% dos direitos de voto e do capital do BCP.

Esta notícia já tinha sido avançada na edição de 27de Abril do Jornal de Negócios que dava conta da intenção do banco de João Rendeiro chegar aos 5% do BCP.

As acções do BCP fecharam hoje inalteradas nos 3,09 euros.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias