Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

“Braço” segurador da Sonae ganha 12 milhões com venda parcial da britânica Cooper Gay

A MDS, “holding” de corretagem da Sonae, encaixou 20,3 milhões de euros com a venda de 16,6% dos 26,3% que detinha na britânica Cooper Gay Swett & Crawford Limited, maior “broker” independente do mundo. Mais-valia registada: 12 milhões de euros.

Rui Neves ruineves@negocios.pt 16 de Janeiro de 2013 às 18:19
  • Partilhar artigo
  • ...

O “braço” segurador do grupo Sonae reduziu a sua participação na Cooper  Gay & Crawford Limited para 9,72%, após a venda de 16,6% ao principal accionista desta gigante mundial britânica de resseguros, anunciou o grupo português em comunicado enviado à CMVM.

 

Com esta transacção a MDS SGPS faz um encaixe financeiro de cerca de 27,1 milhões de dólares e regista uma mais-valia contabilística de aproximadamente 12 milhões de euros, adianta o grupo.

 

Trata-se de uma transacção que está inserida numa operação pela qual o adquirente, EC3 Union Holding Limited, constrói - através de aquisição directa e subscrição de novo capital - uma posição de controlo da Cooper Gay  Swett & Crawford Limited.

 

A MDS SGPS  passa assim deter uma participação abaixo dos 10% do capital social da Cooper Gay, reservando direitos especiais para garantia de liquidez da sua participação.

“Adicionalmente, a implementação da transacção agora comunicada determina a alteração do método de registo contabilístico da participação da MDS SGPS  na referida Cooper Gay Swett & Crawford Limited, levando tal  alteração a uma mais-valia contabilística adicional de cerca de 3,5 milhões de euros”, informa ainda o grupo português.

 

O comunicado enviado à CMVM refere, também, que “com a conclusão da operação será igualmente pago pela Cooper Gay Swett & Crawford Limited à MDS SGPS  um empréstimo accionista realizado em Julho de 2010, perfazendo um valor total de cerca de 11,2 milhões de dólares [cerca de 8,4 milhões de euros], incluindo os respectivos juros”.

 

Em 2011, a MDS geria, a nível global, uma carteira de prémios de 1,8 mil milhões de euros, mantendo a liderança da corretagem de seguros em Portugal com uma quota de mercado de 10,6% e uma facturação próxima dos 15 milhões de euros. 

 

Ver comentários
Saber mais Braço segurador Sonae Cooper Gay
Outras Notícias