Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Brisa concorre na Austrália a projecto que implica investimento de 1,88 mil milhões

O consórcio formado pela Brisa, Babcock & Brown e Bilfinger Berger Austrália, ING European Infrastructure e Access Capital Partners entregou hoje uma proposta para a concepção, construção, operação e manutenção da auto-estrada australiana Brisbane Airport

Maria João Babo mbabo@negocios.pt 14 de Dezembro de 2007 às 18:59
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O consórcio formado pela Brisa, Babcock & Brown e Bilfinger Berger Austrália, ING European Infrastructure e Access Capital Partners entregou hoje uma proposta para a concepção, construção, operação e manutenção da auto-estrada australiana Brisbane Airport Link.

Em comunicado enviado à CMVM, a concessionária portuguesa, que detém uma participação de 30% no consórcio, avança ter concretizado a proposta para a aquela auto-estrada de ligação ao aeroporto de Brisbane, em regime de concessão com portagem pelo período de 46 anos. A via terá 6,7 quilómetros, dos quais 5,7 quilómetros em túnel.

O investimento estimado neste projecto é de 1,88 mil milhões de euros, de acordo com a apresentação do grupo português no último Investor Day..

Além do consórcio que integra a Brisa, outros dois agrupamentos, um liderado pela Macquarie e outro que integra a Hochtieff e o ABN Amro, estavam pré-qualificados e deverão ter entregue também hoje propostas a esta concessão.  

A decisão final do vencedor é aguardada para o primeiro trimestre de 2008.

A Brisa identificou na Austrália sete oportunidades para o período 2007-2011, investimentos que totalizam os 4.700 milhões de euros. Como avançou no Investor Day, os principais projectos naquele país são, além da construção da Brisbane Airport Link, a F3-M2 South Connector Road (cerca de 1,8 mil milhões de euros), a Mitcham-Frankston Freeway Project (aproximadamente 1,5 mil milhões de euros) e a North South Bypass Tunnel (cerca de 1.230 milhões de euros).  

Mais lidas
Outras Notícias