Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Brisa tem 870 milhões de euros em reservas e acções próprias

BCR não pagará dividendos nos próximos dois anos, mas Via Verde, Controlauto e Brisa O&M entregarão 20 milhões à "holding".

Maria João Babo mbabo@negocios.pt 18 de Novembro de 2011 às 11:48
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
A Brisa Concessão Rodoviária (BCR), para a qual o grupo liderado por Vasco de Mello transferiu, no âmbito da reorganização societária a concessão principal da Brisa, não pagará dividendos à “holding” nos próximos dois anos, a não ser que refinancie obrigações que se vencem em 2013

No Dia do Investidor da empresa, que está a decorrer, o administrador João Azevedo Coutinho sublinhou que a gestão está focada em assegurar uma forte posição de liquidez à BCR.

A casa-mãe receberá, no entanto, dividendos de outros activos – cerca de 20 milhões de euros nos próximos dois anos -, da Via Verde, Controlauto, Brisa O&M, entre outras.

A política de dividendos aos accionistas vai manter-se, tendo a Brisa assegurado o pagamento de um dividendo de 31 cêntimos por acção.

De acordo com João Azevedo Coutinho, a empresa é financiada através de dividendos recebidos de subsidiárias e desinvestimentos em activos em carteira.

O responsável disse ainda aos analistas que as reservas de caixa da “holding” totalizavam 750 milhões de euros a 30 de Outubro

Por outro lado, a Brisa detém actualmente 47,1 milhões de acções próprias, que representam cerca de 7,9% do capital, sendo que esta posição vale – com base num preço de 2,5 euros por acção – cerca de 120 milhões de euros.

A posição de caixa da “holding” totaliza assim 870 milhões de euros.





Ver comentários
Saber mais Brisa
Outras Notícias