Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

British Airways prevê suprimir até 12 mil postos de trabalho

A companhia aérea British Airways prevê suprimir até 12 mil postos de trabalho devido aos efeitos da pandemia causada pelo novo coronavírus na atividade, anunciou esta terça-feira o grupo IAG.

british airways
Reuters
Lusa 28 de Abril de 2020 às 18:58
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
Este grupo, que detém também as companhias aéreas Iberia e Vueling, explicou em comunicado ter tomado esta decisão tendo em conta que são necessários anos para um regresso à normalidade do tráfego aéreo.

Atualmente, a British Airways (BA) tem 42.000 trabalhadores.

O IAG já tinha avisado que as reduções de pessoal eram inevitáveis devido à crise que paralisa o transporte aéreo obrigando quase todos os aviões a permanecerem em terra.

Agora, explicou que lançou um processo de consultas com os sindicatos sobre a redução de pessoal.

"Nas últimas semanas, as perspetivas para o setor da aviação deterioraram-se e devemos agir de imediato", justificou Alex Cruz, líder da British Airways, numa carta aos trabalhadores.

"Temos de ser nós a superar essa crise. Não há plano de ajuda do Governo para a BA e não podemos esperar que o contribuinte pague salários indefinidamente", acrescentou.

O grupo IAG apresentou também alguns números dos seus resultados financeiros no primeiro trimestre, que serão divulgados na totalidade no dia 07 de maio.

Entre janeiro e março, um período que abrange apenas o início das medidas de confinamento na Europa, o volume de negócios caiu 13% para 4,6 mil milhões de euros.


Ver comentários
Saber mais British Airways Iberia Vueling IAG aviação corte emprego covid-19
Mais lidas
Outras Notícias