Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Cadeia hoteleira portuguesa Lux alia-se a congénere francesa para captar fiéis para os seus hotéis

Os peregrinos de Fátima, em Portugal, e de Lourdes, em França, estão agora mais próximos. A cadeia portuguesa Lux Hotels aliou-se à sua congénere Lourdes Hotels Services para lançar uma marca comum, a Maria Hotels. O objectivo é aumentar o número de clientes dos seus hotéis.

Ana Torres Pereira atp@negocios.pt 27 de Fevereiro de 2013 às 09:27
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A Lux Hotels e a Lourdes Hotels Services têm desenvolvido o seu negócio investindo no turismo religioso, com base em dois santuários emblemáticos, o de Fátima e o de Lourdes, respectivamente.

 

A cadeia hoteleira francesa desafiou a Lux Hotels para criar um serviço comercial que aliasse as duas ofertas, através de uma única marca, a Maria Hotels. “Não somos agentes de viagens, mas queremos ser facilitadores dos nossos clientes e eu estive em Fátima e tive a sorte de encontrar a família Gonçalves (dona da Lux hotels)”, recordou Rafael Moreno, director de vendas da Lourdes hotels Services.

 

A Maria hotels irá oferecer em conjunto um total de 10 hotéis, com 1000 quartos e mais de 2.500 camas. “Queremos facilitar e limpar os 1000 quilómetros que nos une e ir para o mercado nacional, não esquecendo que a Europa está em crise”.

 

Os dois grupos já estão a estabelecer parcerias com empresas de transportes para criar pacotes onde a viagem inclua visitar os dois santuários. Rafael Moreno admitiu que “já existe um operador brasileiro interessado nesta oferta e que poderá ser o primeiro a integrar Lourdes e Fátima num só pacote”.

 

Crescer 10% do seu negócio e internacionalizar

 

As duas cadeias hoteleiras esperam, com esta parceria, fazer crescer o seu negócio em 10%, no final do primeiro ano.

 

E os dois grupos não querem ficar por aqui, o objectivo é em 2014 aliar outra cadeia hoteleira, ligado ao turismo religioso. “Ainda não sabemos estamos em conversações, mas não queremos falhar, nem nos inquivocar com o parceiro que escolhemos”, admitiu Rafael Moreno.

 

António Gonçalves, co-proprietário da Lux Hotels, detalhou que uma cadeia próxima do santuário de Santiago de Compostela poder-se-ia enquadrar no que procuram.

 

A cadeia portuguesa está a crescer e além dos três hotéis que tem em Fátima, mais um que tem em Lisboa, continua a investir no seu crescimento. A Lux Hotels irá abrir a sua unidade na capital e está a analisar oportunidades noutras cidades portuguesas, nomeadamente no Porto. António Gonçalves admitiu que a estratégia continuará a apostar no turismo religioso.

Ver comentários
Outras Notícias