Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CaixaBank prepara-se para comprar o sexto banco desde 2010

Só durante a crise financeira, o CaixaBank comprou cinco instituições espanholas e aumentou o seu balanço em mais de um terço. Prepara-se agora para a sexta aquisição desde 2010, com a OPA lançada sobre o BPI.

Rita Faria afaria@negocios.pt 17 de Fevereiro de 2015 às 08:49
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Quem é o banco que quer comprar o BPI? O CaixaBank, do Grupo La Caixa, é o terceiro maior banco espanhol em termos de valor de mercado, atrás do Santander e BBVA. Contudo, tem uma rede de agências e quota de mercado maior do que qualquer um dos seus rivais no país vizinho.

 

Desde 2010, o banco catalão já comprou cinco bancos – Caixa Girona, Bankpyme, Banca Cívica, Banco de Valencia e, no ano passado, o negócio do Barclays em Espanha – tendo avançado esta terça-feira para o sexto, o português BPI. Com estas aquisições realizadas durante a crise financeira, o CaixaBank aumentou o seu balanço em mais de um terço, segundo o Financial Times.

 

Às seis horas de Lisboa desta terça-feira, 17 de Fevereiro, o banco catalão apresentou o anúncio preliminar da Oferta Pública de Aquisição (OPA) sobre a instituição liderada por Fernando Ulrich, o terceiro banco privado português.  

 

De acordo com o espanhol El País, que cita fontes próximas do banco, a instituição liderada por Isidro Fainé pretende, com esta operação, reforçar os capitais próprios do BPI e avançar para a compra do Novo Banco.

 

O CaixaBank já é o maior accionista do BPI, com 44,1% do capital e quatro membros no Conselho de Administração. O CaixaBank pretende, segundo revelou em comunicado, que o BPI continue cotado no mercado português. De resto, o banco catalão que está no capital do BPI há vinte anos, já anunciou que quer manter a actual administração "cuja gestão conseguiu proteger o BPI da instabilidade que afectou o sistema financeiro durante os últimos anos".  

 

O banco catalão encerrou o ano de 2014 com um resultado líquido de 620 milhões de euros, o que representa um crescimento de 23% face ao ano anterior. Na apresentação de resultados, o presidente do banco, Isidro Fainé, destacou que a compra do Barclays "reforçou" a liderança em vários âmbitos do banco que tem uma quota de mercado de mercado de 15% em depósitos e créditos.  

Ver comentários
Saber mais Grupo La Caixa Santander Banca Cívica Girona Banco de Valencia Barclays Espanha banca Oferta Pública de Aquisição Fernando Ulrich BPI
Outras Notícias