Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CaixaBI reduz preço-alvo da Altri, mas mantém recomendação de comprar

As margens operacionais acima do normal, a eficiente infraestrutura industrial e a gestão focada são os três factores que fazem da Altri uma das "empresas mais eficientes da indústria europeia".

Miguel Baltazar/Negócios
André Cabrita-Mendes andremendes@negocios.pt 20 de Outubro de 2014 às 20:18
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...

O CaixaBI manteve a recomendação da Altri, mas reduziu o seu preço-alvo. A produtora de pasta e de papel mantém assim a recomendação de "comprar", segundo uma nota de análise divulgada esta segunda-feira, 20 de Outubro.

 

Já o preço-alvo da companhia liderada por Paulo Fernandes foi reduzido dos 2,80 euros para os 2,70 euros. Isto devido aos preços da pasta de eucalipto branqueada de fibra curta BHKP, aos pressupostos do câmbio euro/dólar e às margens operacionais e de lucro. O potencial de valorização da Altri é agora de 32,8% face à cotação de hoje (2,033 euros).

 

"A atractividade (da companhia) mantém-se, com a Altri a ser uma das empresas mais eficientes da indústria europeia", pode-se ler na nota. Isto deve-se a três factores: às margens operacionais acima do normal, a eficiente infraestrutura industrial e a gestão focada.

 

O cashflow elevado da empresa e a ausência de investimentos avultados vão beneficiar a Altri, permitindo uma "erosão gradual da dívida e uma consequente maior transferência, dos credores para os accionistas, do valor da empresa", considera o CaixaBI.

 

Uma das grandes vantagens da Altri face aos seus concorrentes, em particular os brasileiros, é a sua "localização estratégica, próxima dos mercados mais relevantes, o que limita custos de transporte".

 

O investimento deverá rondar os 20 milhões de euros por ano, podendo alcançar o valor excepcional de 35 milhões em 2015. Em termos de cashflow, a empresa deverá gerar 60 milhões de euros anuais a partir de 2016.

 

Os preços da polpa continuam a beneficiar a empresa presidida por Paulo Fernandes, analisa o banco, considerando que este é também o maior risco em termos de lucros por estar "muito dependente da evolução do mercado chinês".

 

A Altri fechou a sessão de hoje na bolsa de Lisboa a subir 1,65% para 2,033 euros.

 

Nota: A notícia não dispensa a consulta da nota de "research" emitida pela casa de investimento, que poderá ser pedida junto da mesma. O Negócios alerta para a possibilidade de existirem conflitos de interesse nalguns bancos de investimento em relação à cotada analisada, como participações no seu capital. Para tomar decisões de investimento deverá consultar a nota de "research" na íntegra e informar-se junto do seu intermediário financeiro. 

Ver comentários
Saber mais Altri papel polpa PSI-20 bolsa de Lisboa CaixaBI research análise
Mais lidas
Outras Notícias