Indústria Calçado e vestuário portugueses aliados no ataque aos Estados Unidos

Calçado e vestuário portugueses aliados no ataque aos Estados Unidos

As associações dos industriais de calçado e do vestuário decidiram juntar “os trapinhos” na abordagem ao mercado dos Estados Unidos, onde irão promover uma série de acções conjuntas de internacionalização. Objectivo: duplicar as vendas para os “States” nos próximos cinco anos.
Calçado e vestuário portugueses aliados no ataque aos Estados Unidos
Rui Neves 14 de março de 2018 às 14:54

"Road to USA - O mercado dos Estados Unidos na internacionalização da moda portuguesa" é o nome da conferência conjunta que a APICCAPS (associação dos industriais de calçado) e a Anivec (associação dos industriais de vestuário e confecção) promovem esta quinta-feira, 15 de Março, no Porto.

 

Trata-se da primeira acção concertada entre as duas organizações empresariais na abordagem ao mercado norte-americano, estando já na calha uma série de acções conjuntas, como a promoção de uma missão de empresários portugueses aos "States" e uma missão inversa (visita de importadores a Portugal), acções de imagem de comunicação e forte presença em feiras profissionais.

 

"Essa aposta inicia-se este ano e pressupõe acções comerciais e de comunicação em várias cidades. Tal como aconteceu noutras iniciativas em 2017, a APICCAPS entende que a estratégia mais adequada passa por uma abordagem conjunta com o vestuário", explicou Luís Onofre, presidente da associação dos industriais de calçado, em declarações ao Negócios.

 

"Recorde-se que as lojas de vestuário, hoje, são cada vez mais significativas na comercialização de calçado", sendo que "a APICCAPS encontrou na Anivec o parceiro adequado para algumas iniciativas no exterior, e a abordagem ao mercado norte-americano terá em conta esse alinhamento estratégico", acrescentou o mesmo dirigente associativo.

 

Objectivo: "Entendemos que as exportações para os Estados Unidos poderão duplicar nos próximos cinco anos", fixou Onofre.

 

Em ambas as indústrias, os Estados Unidos são o nosso sétimo maior mercado - as exportações de calçado e de vestuário para este país foram de 72,1 milhões e 96,7 milhões de euros, no ano passado, respectivamente.

 

No ano passado, a APICCAPS e a ANIVEC já estiveram juntas em duas acções no exterior: em Paris, numa acção designada "ShowCase Moda Portugal", e em Londres, onde realizaram em conjunto a primeira campanha de calçado e vestuário profissional nacionais. E estão a desenvolver em parceria a campanha de calçado de criança.

 

A conferência desta quinta-feira, a realizar numa unidade hoteleira do Porto, terá a presença de três especialistas norte-americanos, que irão fazer a análise deste mercado, e será encerrada por Luís Castro Henriques, presidente da AICEP.




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Anónimo 14.03.2018

essa de trocar o trump por obama é fruto da C7 dos media raivosos e tresloucados.
a economia da era trump vai em "full capacity": desemprego em 4%, PIB a crescer 3,3%, salários a subir ( os imigrantes ganham muito menos que os americanos.....), a maior de emprego de negros em mais de 30 anos..

Anónimo 14.03.2018

Acho muito bem, so que terao de substituir o Trump com o OBAMA. competir com os paises asiaticos, a nao ser que Portugal seja o unico pais de SAPATEIROS

pub