Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Camionistas dão quatro dias ao Governo para responder a propostas

A ANTRAM indicou esta segunda-feira, após uma reunião com o secretário de Estado das Infraestruturas, que vai aguardar quatro dias por respostas do Governo às propostas que apresentou para o sector do transporte rodoviário de mercadorias, admitindo acções de protesto no futuro.

Bruno Simão/Negócios
Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 28 de Maio de 2018 às 13:53
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A Associação Nacional de Transportes Públicos Rodoviários de Mercadorias (ANTRAM) indicou esta segunda-feira, após uma reunião com o secretário de Estado das Infraestruturas (SEI), que vai aguardar quatro dias por respostas do Governo às propostas que apresentou para o sector.

Em comunicado, a ANTRAM, a maior associação do sector do transporte rodoviário de mercadorias, diz ter apresentado várias medidas concretas que gostaria de ver implementadas. Entre as propostas que colocou em cima da mesa, a ANTRAM destaca o alargamento do regime do gasóleo profissional por mais dois anos, para um maior número de litros e incluindo veículos a partir das 7,5 toneladas, a majoração com custos de combustíveis em sede de IRC e maiores benefícios fiscais.

A associação liderada por Gustavo Duarte (na foto) aguardará, por quatro dias, "feedback do SEI relativamente à proposta apresentada". "Findo esse período, e caso não obtenha qualquer resposta, a associação estará totalmente solidária com as acções que as empresas de transporte decidirem definir", conclui.

A reunião com o Governo incluiu também a Associação Nacional das Transportadoras Portuguesas (ANTP), que já havia reunido no domingo à noite com o secretário de Estado. Apesar de ter manifestado agrado com a abertura negocial da parte do Executivo, a ANTP manteve o protesto que decorre desde as 08:00 desta segunda-feira.

À saída da reunião de hoje, o presidente da ANTP, Márcio Lopes, revelou que o Governo vai criar um grupo de trabalho para o sector e que os promotores da paralisação desta segunda-feira irão reunir-se para decidir se mantêm os protestos ou os suspendem.

Ver comentários
Saber mais Associação Nacional de Transportes Públicos Rodoviários de Mercadorias secretário de Estado das Infraestruturas Associação Nacional das Transportadoras Portuguesas
Outras Notícias