Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Candidatura de Luís Figo à presidência da FIFA foi aceite

A candidatura de Luís Figo à presidência da FIFA foi hoje aceite pelo Comité de Ética do organismo que superintende o futebol mundial, podendo assim o português apresentar-se nas eleições de 29 de Maio.

Pedro Ferreira/Correio da Manhã
Lusa 09 de Fevereiro de 2015 às 20:17
  • Partilhar artigo
  • ...

Depois de submetida a candidatura ao Comité Eleitoral Ad-hoc, responsável por fornecer toda a documentação ao Comité de Ética, a candidatura do português foi então aceite por este organismo, cujo aval é necessário para que os candidatos possam concorrer à presidência da FIFA.

 

Com o apoio formal de seis federações (Portugal, Dinamarca, Montenegro, Polónia, Macedónia e Luxemburgo), sendo que o mínimo obrigatário são cinco, o mais internacional dos futebolistas portugueses vê assim oficialmente confirmada a candidatura ao mais alto cargo da FIFA, por ele anunciada no final do mês de Janeiro.

 

Luís Figo valeu-se ainda do facto de há vários anos ocupar o cargo como responsável pelas relações internacionais do Inter de Milão (clube italiano em que terminou a carreira) para ultrapassar outro dos requisitos obrigatórios para formalizar uma candidatura à presidência da FIFA, que obriga a que os candidatos tenham um papel activo no futebol profissional nos cinco anos anteriores à data das eleições.

 

Além da candidatura do português, o Comité de Ética da FIFA validou também as restantes três candidaturas, encabeçadas pelo suíço Joseph Blatter, atual presidente do organismo, Michael van Praag, presidente da federação holandesa de futebol, e o príncipe Ali bin Al Hussein da Jordânia, vice-presidente da FIFA, que assim estão também em condições de se apresentarem a votos.

 

As eleições para a presidência do organismo que rege o futebol mundial realizam-se a 29 de Maio, no segundo de dois dias do congresso da FIFA, em Zurique, na Suíça.

Ver comentários
Saber mais Comité Eleitoral Ad-hoc Comité de Ética futebol Joseph Blatter Luís Figo FIFA
Outras Notícias