A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Capitais próprios negativos da TAP agravam em 44% no semestre

Os capitais próprios negativos da TAP agravaram-se, em 44% no primeiro semestre, para os 247,2 milhões de euros, o que coloca a situação financeira da companhia aérea ainda mais difícil , adiantou a Parpública, empresa do Estado que controla a 100% a transportadora nacional, no seu relatório de gestão dos primeiros seis meses.

Ana Torres Pereira atp@negocios.pt 31 de Agosto de 2009 às 15:09
  • Assine já 1€/1 mês
  • 8
  • ...
Os capitais próprios negativos da TAP agravaram-se, em 44% no primeiro semestre, para os 247,2 milhões de euros, o que coloca a situação financeira da companhia aérea ainda mais “difícil”, adiantou a Parpública, empresa do Estado que controla a 100% a transportadora nacional, no seu relatório de gestão dos primeiros seis meses.

“Em consequência do resultado negativo apurado no semestre, o Grupo TAP continua a apresentar uma situação financeira crítica”, refere a Parpública no mesmo documento.

Nos primeiros seis meses, o Grupo TAP registou um “prejuízo, embora bastante significativo, representa menos de metade do registado em igual período do ano anterior e está em linha com o orçamentado”, acrescentou a mesma fonte.

As perdas foram de 68 milhões de euros. Esta evolução positiva deve-se “essencialmente aos resultados do negócio do transporte aéreo já que os restantes principais segmentos da actividade do Grupo TAP (manutenção e handling) continuam a gerar prejuízos crescentes”, conclui.

A dívida financeira do Grupo TAP (incluindo os instrumentos de financiamento de aviões) no final do primeiro semestre aproximou-se dos 1.380 milhões de euros, apresentando no entanto uma redução relativamente ao final do exercício de 2008, em cerca de 31 milhões de euros.
Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias