Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Captura ilegal de angula no Tejo vale 10 milhões de euros por ano

Dezasseis redes ilegais de apanha de enguia jovem (angula) foram hoje capturadas na reserva natural do estuário do Tejo, na primeira operação surpresa para tentar controlar uma actividade ilegal que rende cerca de 10 milhões de euros por ano.

Tânia Ferreira tf@negocios.pt 06 de Janeiro de 2004 às 12:50
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Dezasseis redes ilegais de apanha de enguia jovem (angula) foram hoje capturadas na reserva natural do estuário do Tejo, na primeira operação surpresa para tentar controlar uma actividade ilegal que rende cerca de 10 milhões de euros por ano.

A angula é conhecida como o «caviar português», podendo render aos traficantes cerca de 300 euros por quilo. «É uma verdadeira mina de ouro uma actividade tão lucrativa como o trafico de droga, que é muito difícil controlar», admitiu o ministro do ambiente, após a primeira operação angula de 2004.

Para este ano (de Outubro a Março) estão previstas quatro operações, cada uma com um custo total de 12 mil euros.

Em 2003, em que foram feitas três operações, foram apanhadas 200 de 700 redes, mas os traficantes nunca foram capturados. «Neste caso o crime compensa, já que as coimas de contra ordenação não vão além de 800 euros» diz o presidente do ICN, Silva Costa.

Cada rede de apanha ilegal de angula custa entre 500 e 750 euros.

Ver comentários
Outras Notícias