Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Cavaco defende permanência do controle da EDP em Portugal

O candidato presidencial Cavaco Silva defendeu hoje a permanência em Portugal do controle estratégico da EDP, expressando a sua confiança nas «preocupações» manifestadas por Jorge Sampaio.

Negócios negocios@negocios.pt 03 de Janeiro de 2006 às 13:48
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O candidato presidencial Cavaco Silva defendeu hoje a permanência em Portugal do controlo estratégico da EDP, expressando a sua confiança nas «preocupações» manifestadas por Jorge Sampaio.

«Espero, desejo, que a EDP permaneça sob o controle português. Espero bem que o controle estratégico permaneça em Portugal», afirmou Cavaco Silva, em declarações aos jornalistas no final de uma acção de pré-campanha em Almodôvar, distrito de Beja, citado pela Lusa.

Questionado sobre a intervenção do Presidente da República no caso, noticiada hoje pelo «Diário Económico», Cavaco Silva disse acompanhar as «preocupações» do chefe de Estado, mas recusou fazer mais comentários, alegando não ter todos os dados para se poder pronunciar.

Segundo o jornal, Jorge Sampaio recebeu segunda-feira os accionistas privados para os ouvir sobre as mudanças na empresa e hoje deverá receber o ministro da Economia, Manuel Pinho, audiência que nem o Palácio de Belém nem o Governo confirmam oficialmente.

Na segunda-feira, o presidente da comissão executiva da EDP - Energias de Portugal, João Talone, criticou a possível inclusão de um representante da eléctrica espanhola Iberdrola nos órgãos sociais da empresa portuguesa.

A 29 de Dezembro, o ministro da Economia, Manuel Pinho, confirmou que a EDP vai ter um novo modelo de governação, passando a ter um conselho superior, onde estão representados os accionistas da empresa, e um conselho de administração com funções executivas.

Outras Notícias