Empresas Cavaco Silva presta "reconhecimento em nome de Portugal " à indústria do calçado

Cavaco Silva presta "reconhecimento em nome de Portugal " à indústria do calçado

Sector do calçado é composto por 1700 empresas, responsáveis por mais de 41 mil postos de trabalho e que exportaram 95% da sua produção para 150 países em 2013.
Cavaco Silva presta "reconhecimento em nome de Portugal " à indústria do calçado
Miguel Baltazar/Negócios
André Cabrita-Mendes 14 de novembro de 2014 às 13:30

O Presidente da República prestou homenagem "em nome de Portugal" à indústria do calçado. Este sector tem estado em crescimento e a criar emprego num momento de crise para o país. Devido a estes resultados positivos, Cavaco Silva dedicou a terceira jornada do Roteiro para uma Economia Dinâmica a esta indústria.

 

"Quero felicitar empresários e trabalhadores pelo sucesso e prestar em nome de Portugal o reconhecimento, elogio e homenagem", disse o Chefe de Estado esta sexta-feira, 14 de Novembro em Guimarães.

 

"O sucesso da indústria do calçado é um factor de confiança no país. Desde logo, o significativo aumento do emprego no terceiro trimestre e o crescimento de produção hoje revelado pelo INE", afirmou.

 

O Presidente fez um retrato do sector do calçado: são 1.700 empresas, responsáveis por mais de 41 mil postos de trabalho e exportaram 95% da sua produção para 150 países em 2013. "As exportações ultrapassaram pela primeira vez em 2013 os 1.700 milhões de euros, cresceram 8% e contribuíram 1.300 milhões para o saldo da balança".

 

"O calçado português detém o segundo maior preço médio do mundo, pela criatividade e sofisticação e conquistada a escala internacional em todos os mercados", disse. "As exportações para fora da União Europeia duplicaram nos ultímos quatro anos, como para a China, Estados Unidos, Russia e Japão", 

 

Nesta homenagem ao calçado, o Presidente também condecorou sete empresários e elogiou o acordo obtido entre os patrões - representados pela APICAPS (Associação Portuguesa dos Industriais de Calçado, Componentes e Artigos de Pele) e os sindicatos do sector.

 

"A APICAPS e a federação de sindicatos chegaram a um acordo para um novo contrato de trabalho. A APICAPS considerou que este era o momento certo para partilhar o sucesso com os seus trabalhodores. E vai fazer uma actualização da massa salarial em 3,5%", revelou.

 

O plano estratégico elaborado pela APICAPS foi elogiado. Este documento traça um rumo para a indústria nos próximos anos sendo assim um sinal de que o "sector não pretende descansar sobre o sucesso alcançado"

 

O Presidente da República considera que é preciso combater o pessimismo e por isso abordou os resultados do Índice Global de Prosperidade, um estudo anual que avalia diversos indicadores de 142 países. Segundo o ranking deste ano, Portugal figura na 27ª posição do estudo do think tank inglês Legatum Institute.

 

"Face ao negativismo que se difunde na comunicação social todos os dias, existe algum conforto em saber que apenas 26 países no mundo são mais prósperos que Portugal em mais de 190 países que existem no mundo", disse Cavaco Silva.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI