Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Centeno ligou e Ulrich adivinhou: Domingues ia ser convidado para a CGD

"Aposto praticamente 100% que vai ser convidado para presidente da Caixa Geral de Depósitos’", disse Fernando Ulrich a António Domingues. Adivinhou.   

A carregar o vídeo ...
Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 26 de Julho de 2016 às 18:25
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O telefonema foi do Terreiro do Paço para a Rua de São Julião. O gabinete do ministro das Finanças queria falar com o vice-presidente do BPI. António Domingues não estava. O presidente, Fernando Ulrich, soube do telefonema. E adivinhou para que era. 

 

"Tive conhecimento exacto do momento em que o Dr. António Domingues foi desafiado para este desafio", contou na conferência de imprensa desta terça-feira, 26 de Julho, para apresentação de resultados no primeiro trimestre, onde se registou um lucro de 105,9 milhões de euros. 

 

"Um dia, a secretária ou gabinete do Sr. ministro das Finanças ligou para falar com ele [António Domingues]. Era ao fim do dia e não estava. E a secretária dele também não. Ligaram para a minha e pediram para falar com ele". A secretária não estava mas Fernando Ulrich sim. Mas o telefonema não era para o número 1 da gestão do BPI. Era para o número dois. 

 

"No dia seguinte de manhã, eu conversei com ele e ele foi conversar com o ministro nessa tarde. Quando conversámos eu disse: ‘aposto praticamente a 100% que vai ser convidado para presidente da Caixa Geral de Depósitos’". Acertou. 

 

Fernando Ulrich tem defendido – já o disse na apresentação de resultados do primeiro trimestre e repetiu na divulgação de contas do primeiro semestre – que António Domingues é a melhor pessoa para o cargo. E como ele pensou isso, outros pensaram. 

 

Efectivamente, o convite chegou a António Domingues que saiu do BPI mas ainda não tomou posse. Na conferência de imprensa, Ulrich foi questionado sobre se se sentia confortável com o facto de Domingues estar a trabalhar no plano de capitalização do banco público. Ulrich não gostou da pergunta e disse mesmo que iria responder com violência. Acabou por dizer que António Domingues "deixou de participar activamente na vida do banco". 

 

"A acusação implícita ou explícita da pergunta não tem sentido nenhum", concluiu. 

Ver comentários
Saber mais Mário Centeno Fernando Ulrich BPI António Domingues CGD
Mais lidas
Outras Notícias