Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CEO do CaixaBank: “Nosso balanço será vantagem para BPI acelerar crescimento em Portugal”

O CEO do CaixaBank defende que o sucesso da OPA sobre o BPI permitirá ao banco liderado por Fernando Ulrich “acelerar o crescimento em Portugal”. Gonzalo Gortázar acredita que “o balanço do CaixaBank será uma vantagem competitiva para o BPI”. E que o banco português “vai reequilibrar os seus lucros em Portugal”.

Reuters
Maria João Gago mjgago@negocios.pt 17 de Fevereiro de 2015 às 12:37
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

"As sinergias resultantes da OPA do CaixaBank sobre o BPI vão permitir ao BPI acelerar o crescimento em Portugal. O nosso balanço será uma vantagem competitiva para o BPI", defendeu Gonzalo Gortázar, CEO do grupo catalão, numa conferência telefónica com analistas, que teve lugar na manhã desta terça-feira, 17 de Fevereiro.

 

O banqueiro espera que, "com mais crescimento e mais lucros", "veremos o BPI a reequilibrar os seus lucros para Portugal nos próximos anos". Gortázar avisa que "há muito trabalho para fazer, mas há grande potencial no mercado português".

 

Sobre as perspectivas do CaixaBank relativamente à presença do BPI em Angola, através do BFA, nem uma palavra. Isto numa altura em que o banco de Fernando Ulrich terá de reduzir a sua exposição ao mercado angolano, devido às exigências do Banco Central Europeu sobre os limites à concentração de riscos.

 

Catalães reafirmam "confiança na gestão"

 

O CEO do banco catalão está convicto de que "o BPI está em grande situação para beneficiar da recuperação da economia portuguesa", uma posição que foi possível alcançar graças à equipa de gestão liderada por Fernando Ulrich. Num contexto de crise, "demonstraram ser bons gestores de risco", elogiou Gortázar.

 

"Em tempos muito difíceis, a equipa de gestão fez um bom trabalho. É uma equipa de que gostamos muito e em que confiamos", sublinhou.

Ver comentários
Saber mais OPA CaixaBank BPI Fernando Ulrich
Outras Notícias