Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CGD cede mais 10 milhões à La Seda para continuar Sines

A Caixa Geral de Depósitos (CGD) cedeu mais 10 milhões de euros à La Seda, da qual detém 7,22%, para viabilizar o projecto industrial que a catalã está a realizar em Sines e que esteve perto de um mês parado por questões de tesouraria.

Isabel Aveiro ia@negocios.pt 28 de Outubro de 2009 às 11:48
A Caixa Geral de Depósitos (CGD) cedeu mais 10 milhões de euros à La Seda, da qual detém 7,22%, para viabilizar o projecto industrial que a catalã está a realizar em Sines e que esteve perto de um mês parado por questões de tesouraria.

Em comunicado, a La seda de Barcelona disse ontem que “subscreveu um crédito de 10 milhões de euros com a entidade lusa Caixa Geral [CGD], destinado a continuar o financiamento do projecto industrial de Sines”.

Em paralelo, acrescenta a mesma comunicação oficial da la Seda, o novo empréstimo permitirá “aliviar” o financiamento da companhia de curto prazo.

O projecto de plásticos PTA que a La Seda está a realizar em Sines, através da subsidiária a 100% Artenius Sines, tem um investimento global de cerca de 400 milhões de euros, tendo recebido a classificação de Projecto de Potencial Interesse Nacional (PIN) pelo actual Executivo, que o aprovou.

O projecto industrial esteve parado pouco mais de um mês, por falta de capacidade de financiamento aos fornecedores, tendo retomado as operações gradualmente naquele dia. A obra, propriamente dita, deverá ser retomada só na próxima semana.

O projecto deverá estar concluído em 2010, devendo nessa altura empregar 150 colaboradores, contra os actuais 30 postos de trabalho que a Artenius Sines tem hoje.

Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio