Empresas Chineses garantem mais de metade das receitas de privatização

Chineses garantem mais de metade das receitas de privatização

A venda da Caixa Seguros é a terceira privatização portuguesa a ser ganha por investidores chineses, depois das vitórias na EDP e da REN. Com o encaixe de 1.000 milhões a garantir pela Fosun, o total de receitas de privatização asseguradas por grupos oriundos da China sobe para 4.090 milhões. Mais de metade dos 8.100 milhões já arrecadados por este Governo.
Chineses garantem mais de metade das receitas de privatização
Maria João Gago 09 de janeiro de 2014 às 17:29

Os investidores chineses foram responsáveis por mais de metade das receitas de privatização realizadas pelo Governo de Pedro Passos Coelho. Com a venda da Caixa Seguros à Fosun, por mil milhões de euros, o investimento chinês nas privatizações portuguesas sobe para 4.090 milhões.

 

O maior investimento foi feito pela China Three Gorges, que pagou 2.700 milhões de euros por 21,35% da EDP. Já a State Grid investiu 390 milhões na compra de 25% da REN. A Fosun passa agora a segundo maior investidor chinês em Portugal, ao pagar 1.000 milhões por 80% da Caixa Seguros.

 

As receitas de privatização asseguradas pelos grupos chineses correspondem a 50,5% do total de 8.100 milhões arrecadados por este Governo desde o final de 2011.

 

O bolo total de receitas de privatização inclui ainda a venda em bolsa de 70% dos CTT (579 milhões de euros), a alienação da Ana aos franceses da Vinci (3,08 mil milhões) e a venda de 15% da REN à Oman Oil (202 milhões).




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI