Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CIAL sai do capital da Vodafone Telecel

O Crédit Industriel D'Alsace Lorraine (CIAL) anunciou que deixou de ter qualquer acção no capital da Vodafone Telecel, depois de ter informado, a 4 de Fevereiro, que tinha passado a controlar mais de 2% da operadora móvel nacional.

Bárbara Leite 18 de Fevereiro de 2003 às 18:35
  • Partilhar artigo
  • ...
O Crédit Industriel D"Alsace Lorraine (CIAL) anunciou que deixou de ter qualquer acção no capital da Vodafone Telecel, depois de ter informado, a 4 de Fevereiro, que tinha passado a controlar mais de 2% da operadora móvel nacional.

Segundo a Vodafone Telecel [TLE], o CIAL, «comunicou a alienação da totalidade da sua participação na empresa, não detendo, à data de 17 de Fevereiro, qualquer acção representativa do capital social da Vodafone Telecel».

A 4 de Fevereiro, a CIAL informava o mercado que tinha aumentado a sua participação na Vodafone Telecel, passando a deter 2,1585% do capital social da operadora, posição considerada qualificada para efeitos de divulgação.

Nessa data, o CIAL passou a deter 4.640.732 acções da operadora nacional, detida pela britânica Vodafone, divulgou a Vodafone Telecel [TLE].

A empresa francesa, que é detida na totalidade pelo Crédit Industriel et Commercial (CIC) garante que «não tinha nem tem intenção de adquirir o controlo da empresa», reiterou a mesma fonte.

Estas declarações surgem após a Vodafone ter anunciado a intenção de adquirir o controlo total da Vodafone Telecel, oferecendo 8,50 euros por cada título da empresa. Apesar de deter 61,4% do capital da Vodafone Telecel, poderiam ocorrer lançamento de contra-oferta concorrentes à da Vodafone.

O CIAL, no mesmo documento, refere que esta transacção não foi um acto de concertação com nenhum outro accionista da operadora nacional.

As acções da Vodafone Telecel encerraram nos 8,50 euros, a cair 0,12%.

Ver comentários
Outras Notícias