Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Cimpor lidera aumento de produção cimenteira no Brasil

A portuguesa Cimpor foi a cimenteira que na última década mais cresceu no Brasil em capacidade produtiva, apontam dados do Sindicato Nacional da Indústria do Cimento, citados pelo Portugal Digital. Entre 1996 e 2005 a produção do grupo português no Brasil

Tânia Ferreira tf@negocios.pt 07 de Maio de 2007 às 12:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A portuguesa Cimpor foi a cimenteira que na última década mais cresceu no Brasil em capacidade produtiva, apontam dados do Sindicato Nacional da Indústria do Cimento, citados pelo Portugal Digital. Entre 1996 e 2005 a produção do grupo português no Brasil passou de 1,36 milhões de toneladas para mais de 3,68 milhões de toneladas, subindo 170%.

Este crescimento permitiu à Cimpor tornar-se o terceiro maior grupo cimenteiro no Brasil, segundo informações compiladas num estudo da Comissão Econômica para a América Latina e Caribe, da Organização das Nações Unidas. No período em análise, a produção total de cimento no Brasil cresceu 5,3%, passando de 34,8 para 36,7 milhões de toneladas.

O maior grupo no mercado, a Votorantim, teve nesses dez anos uma quebra de 12,9%, pois sua produção desceu de 16,6 para 14,5 milhões de toneladas. A suíça Holcim e a francesa Lafarge também produziram menos, com descidas de 28,5% e 34,3%, respectivamente, entre 1995 e 2005.

Além da Cimpor, as únicas subidas entre os principais grupos foram registradas na João Santos e na Camargo Corrêa. O grupo João Santos elevou sua produção 103%, para 4,98 milhões de toneladas. A Camargo Corrêa cresceu 79,4%, para 2,9 milhões de toneladas de cimento produzido.

Nos últimos anos o mercado internacional tem conseguido um peso maior nas vendas da Cimpor. As informações apontadas pelo estudo indicam que "é provável que a empresa continue a realizar novas aquisições com prioridade para os mercados emergentes onde já atua, mas sem esquecer o equilíbrio necessário com uma participação adequada nos mercados consolidados e maduros, nos quais o menor potencial de crescimento é compensado por menores níveis de risco".

A Cimpor tem seis fábricas no Brasil, nomeadamente Campo Formoso, Candiota, Cajati, Cimepar, Atol e Goiás. Neste mercado a capacidade total instalada é de 5,7 milhões de toneladas por ano. A quota do grupo português no Brasil é de 9,8%, acima da que a Cimpor tem em Espanha, onde registra uma participação de 7,8%. Em Portugal, com capacidade para produzir anualmente 6,9 milhões de toneladas de cimento, a Cimpor controla 52,2% do mercado.

O grupo português está ainda presente no Marrocos, Egito, África do Sul e Cabo Verde, entre outros mercados. O Brasil é a operação mais importante que a Cimpor tem fora da Península Ibérica.

Ver comentários
Outras Notícias