Empresas Claro também garante quarta licença 3G

Claro também garante quarta licença 3G

A operadora móvel Claro arrebatou o segundo lote de frequências móveis de terceira geração para as cidades do interior de São Paulo e Estados de Alagoas, Ceará, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte. A Claro, detida por Carlos Slim, pagou 174,5 milhões
Filipe Paiva Cardoso 19 de dezembro de 2007 às 18:23

A operadora móvel Claro arrebatou o segundo lote de frequências móveis de terceira geração para as cidades do interior de São Paulo e Estados de Alagoas, Ceará, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte. A Claro, detida por Carlos Slim, pagou 174,5 milhões de reais – 67,5 milhões de euros – pela licença.

O primeiro lote de frequências para estas regiões foi ganha pela Vivo, operadora móvel detida pela PT e pela Telefónica, que pagou 130,4 milhões de reais pela mesma – 50,4 milhões de euros.

O preço pago pela Claro foi 35,34% superior ao preço mínimo pedido pela Anatel para o leilão deste lote de frequências, que, recorde-se, disponibiliza mais 5 Megahertz (Mhz) que os 10 Mhz conquistado pela Vivo.




Marketing Automation certified by E-GOI