Comércio Coca-Cola "compromete-se" a ficar apesar de carga fiscal "muito forte"
Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium Se já é assinante, faça LOGIN

Coca-Cola "compromete-se" a ficar apesar de carga fiscal "muito forte"

O director-geral Ibérico da Coca-Cola, Juan Ignacio de Elizalde, considera que o imposto sobre o açúcar em Portugal é "discriminatório". Mas garante que a empresa vai continuar a investir no país, incluindo na ampliação da fábrica em Azeitão.
Coca-Cola "compromete-se" a ficar apesar de carga fiscal "muito forte"
Miguel Baltazar
Sara Ribeiro 21 de janeiro de 2018 às 22:45

A expansão da fábrica em Azeitão e o lançamento de novos produtos na categoria de chá estão no topo dos planos da Coca-Cola para Portugal. Um mercado com o qual o grupo está "comprometido", apesar da

)

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 22:00
Saiba mais
pub