Banca & Finanças Comissão Europeia dá luz verde ao Novo Banco para vender GNB Vida à Apax Partners

Comissão Europeia dá luz verde ao Novo Banco para vender GNB Vida à Apax Partners

A venda do ramo segurador do Novo Banco ficou agora concluída, depois de o banco liderado por António Ramalho ter anunciado a operação de 190 milhões de euros em setembro do ano passado.
Comissão Europeia dá luz verde ao Novo Banco para vender GNB Vida à Apax Partners
Tiago Petinga/Lusa
Rita Atalaia 13 de junho de 2019 às 16:56
A Comissão Europeia deu "luz verde" à venda da GNB Vida à Apax Partners, que é agora dona da Global Bankers. Fica assim concluída a venda da seguradora do Novo Banco por 190 milhões de euros, numa operação anunciada no final do ano passado. 

"A Comissão Europeia aprovou a aquisição da GNB - Companhia de Seguros de Vida à Apax Partners", de acordo com o comunicado das autoridades europeias publicado esta quinta-feira, 13 de junho. A comissão diz ter "concluído que a transação não levantava receios a nível da concorrência", já que "não há uma ligação" entre as duas empresas. 

Apesar de já ter obtido o "ok" da Comissão Europeia, a operação está ainda dependente da aprovação das autoridades portuguesas. 

Foi em setembro passado que o Novo Banco anunciou ter fechado a venda da seguradora GNB Vida à Global Bankers. Contudo, este comprador acabou por mudar de mãos. Conforme explica fonte oficial do Novo Banco ao Negócios, a entidade foi entretanto adquirida pela Apax Partners. Neste sentido, o comprador e o contrato mantêm-se. 

Em cima da mesa está uma operação avaliada em 190 milhões de euros, conforme o banco liderado por António Ramalho anunciou. 
Este valor de venda está em linha com a estimativa do Novo Banco, que reavaliou a seguradora no início do ano passado. O Novo Banco esperava conseguir um montante em torno dos 200 milhões de euros pela venda da GNB Vida

"Com a entrada deste novo parceiro, asseguramos um aumento da capacidade seguradora e damos um passo decisivo no redesenho da oferta para os nossos clientes", realçava António Ramalho numa declaração enviada às redacções no final do ano passado. 

 

Além da venda da seguradora, o Novo Banco realizou um contrato com a GNB Vida de distribuição dos produtos por esta última comercializada. O contrato assegura a comercialização destes produtos por 20 anos.

(Notícia atualizada às 17h53)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI