Start-ups ComparaJá abre centro tecnológico em Lisboa e está a recrutar 50 pessoas

ComparaJá abre centro tecnológico em Lisboa e está a recrutar 50 pessoas

A fintech portuguesa ComparaJá prepara-se para abrir um centro tecnológico em Lisboa e recrutar 50 pessoas. As posições em aberto são nas áreas de programação, analistas de qualidade, designers e gestores de produto.
ComparaJá abre centro tecnológico em Lisboa e está a recrutar 50 pessoas
Bloomberg
Ana Laranjeiro 21 de fevereiro de 2018 às 11:14

A fintech portuguesa ComparaJá – plataforma de comparação de créditos e telecomunicações – vai abrir um hub em Lisboa e está a recrutar profissionais, nomeadamente da área tecnológica. Portugal é a sede das operações da empresa, que está presente também na Dinamarca, Bélgica e Finlândia. Será a partir deste centro que vai ser dado apoio e manutenção às várias plataformas que a fintech tem nos outros mercados, segundo o comunicado da empresa enviado às redacções.

 

Além disso, será nesta estrutura da capital portuguesa que vai ser feito o desenvolvimento "de uma versão mais avançada dos algoritmos que nos permitem agregar, analisar e comparar todas as ofertas do mercado em tempo real, apresentando aos utilizadores resultados totalmente personalizados nas suas simulações".

 

Actualmente, a empresa conta já com 80 profissionais na infra-estrutura que tem em Lisboa. E o objectivo passa por contratar 50 pessoas, pode ler-se no comunicado.

 

"As posições já em aberto incluem Backend & Frontend Developers (Seniores e Juniores), Analistas de Qualidade, Ux Designers, Gestores de Produto ou Database Developers. Também iremos recrutar um Chief Technology Officer (CTO)". Mais detalhes podem ser encontrados na página da fintech.

 

"Para além destes 50 postos de trabalho focados na área tecnológica, e atendendo à rápida expansão que estamos a experienciar, fruto de uma grande aceitação por parte dos consumidores e das instituições financeiras a nível europeu, a nossa expectativa é empregar, no conjunto das áreas de actuação, entre 150 a 200 pessoas em Lisboa já em 2019", avança Sérgio Pereira, director-geral do ComparaJá.pt, em comunicado.

 

O responsável assinala ainda que, com este reforço de recursos, a fintech passa "a ter capacidade para alargar as suas áreas de actuação de forma muito mais rápida e eficaz". "Os nossos planos de lançamento da comparação de outros produtos bancários em Portugal, nomeadamente ligados à Poupança, e também da disponibilização da comparação de Seguros e Energia, poderão concretizar-se muito provavelmente já no próximo ano", acrescentou.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
pub