Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Compra do Marrachino pelo Intermarché previne entrada de novo "player" no mercado

O BPI considera que a compra do Marrachino pelo Intermarché tem um impacto "neutral a positivo" para a Sonae SGPS e para a Jerónimo Martins, já que esta operação previne entrada de novo "player" no mercado nacional.

Paulo Moutinho 09 de Março de 2007 às 11:55
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O BPI considera que a compra do Marrachinho pelo Intermarché tem um impacto "neutral a positivo" para a Sonae SGPS e para a Jerónimo Martins, já que esta operação previne entrada de novo "player" no mercado nacional.

O banco de investimento destaca que a aquisição do Marrachinho – Supermercados do Algarve por parte do Grupo "Os Mosqueteiros", através da ITMI pode "representar uma fonte de aumento da concorrência por parte do Intermarché".

No entanto, a equipa de "research" do BPI destaca como positivo para a Sonae SGPS e para a Jerónimo Martins o facto de esta compra vir "prevenir a entrada de um novo ‘player’ no mercado" nacional, "além de representar um aumento do nível de consolidação, o que poderá promover uma melhorada disciplina de preços no sector".

Além disso, o banco destaca a reduzida dimensão do Marrachinho e, como tal, o seu reduzido impacto nas vendas tanto da Sonae SGPS como da Jerónimo Martins.

O BPI manteve inalterada a recomendação de "acumular" e o preço-alvo de 21,50 euros para a Jerónimo Martins [jmar]. As acções da retalhista seguem a perder 0,05% para 19,47 euros, já os títulos da Sonae SGPS [son] estão estáveis nos 1,60 euros.

Outras Notícias