Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Concessão de estaleiros de Viana foi adiada

A assinatura do contrato de subconcessão dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) ao grupo Martifer, prevista para esta terça-feira, foi adiada, soube o Negócios. A cerimónia, que deveria ter lugar no Ministério da Defesa às 12h, deverá realizar-se ainda esta semana, mas não existe, para já, uma data definida.

Ricardo Castelo
Rui Neves ruineves@negocios.pt 06 de Janeiro de 2014 às 00:01
  • Partilhar artigo
  • 4
  • ...

O contrato de subconcessão dos terrenos e equipamentos dos ENVC prevê uma renda anual de 415 mil euros até 2031, implicando o encerramento dos estaleiros e o despedimento de mais de 600 trabalhadores. Segundo a Lusa, até 31 de Dezembro, 42 trabalhadores tinham aceite as rescisões amigáveis.

 

A nova empresa West Sea (do grupo Martifer) deverá recrutar 400 dos atuais 609 trabalhadores, que estão a ser convidados a aderir a um plano de rescisões amigáveis, com um custo total estimado em 30,1 milhões de euros, prevendo ainda o acesso ao subsídio de desemprego e à reforma.

 

A CGTP continua a apelar aos trabalhadores que recusem o despedimento por mútuo acordo. "Não há nenhum papel que diga quantos serralheiros, soldadores, electricistas ou montadores precisam. O mesmo é dizer que o negócio, se porventura se concretizar, leva a que o Governo entre de venda nos olhos para um negócio que, repito, é ruinoso", afirmou o líder da CGTP, Arménio Carlos no passado dia 2 de Janeiro.

 

Ver comentários
Saber mais Estaleiros Navais de Viana do Castelo ENVC Martifer subconcessão
Outras Notícias