Comércio Conheça o “novo” Norteshopping

Conheça o “novo” Norteshopping

O maior centro comercial do Norte vai expandir-se mais de 20 mil metros quadrados para sul, num investimento de 43,5 milhões de euros para criar 700 postos de trabalho. Saiba o que vai mudar no Norteshopping.
Conheça o “novo” Norteshopping
Rui Neves 15 de março de 2016 às 13:24

O Norteshopping vai tornar-se maior em 2018, quando comemorar o seu 20.º aniversário. As obras para a expansão do maior centro comercial da região Norte deverão arrancar no final deste ano, estimando-se que a fase de construção "decorra durante 18 meses, antevendo-se a necessidade de recorrer a trabalho nocturno e ao fim-de-semana", lê-se no Estudo de Impacto Ambiental (EIA) do projecto, que está disponível para consulta pública.

Numa primeira etapa serão realizadas as obras associadas ao estacionamento e, de seguida, será intervencionada a área comercial. A área de construção acima do solo aumentará 21.417 metros quadrados, que correspondem a 16.990 metros quadrados de expansão do "shopping" e a 4.427 metros quadrados no seu interior. Já a área de implantação dos edifícios passará de 36.400 para 44.400 metros quadrados.

Esta ampliação, para sul do actual empreendimento, "destina-se a comércio, serviços, restauração e actividades complementares próprias de um centro comercial". Neste último segmento incluem-se os cinemas, que serão transferidos para a cobertura do Norteshopping. "A actual localização dos cinemas, por sua vez, será também alvo de alteração, permitindo aumentar a oferta de lojas e restaurantes", revela o EIA.

O projecto prevê também a expansão do estacionamento, em três pisos abaixo da actual soleira e na cobertura do edifício ampliado. Em causa está um aumento da área de parque automóvel em cerca de 18.600 metros quadrados.

Esta reformulação "pretende compensar" a eliminação do parque de estacionamento localizado entre o Norteshopping, a norte, e a Rua Nova da Madorninha, a sul, cuja área será ocupada pela ampliação do centro comercial. Contas feitas, o "shopping" ganhará 745 lugares, ficando dotado de um total de 4.940 lugares de estacionamento.

Mais 700 postos de trabalho

Quando área de expansão entrar em exploração, o Norteshopping deverá aumentar o efectivo de trabalhadores "na ordem dos 25% a 30%", prevendo a criação de 700 postos de trabalho directos e de 1.200 indirectos, avança o EIA. Actualmente, o centro comercial da Sonae Sierra "emprega 2.800 funcionários e, indirectamente, contribui para quatro mil postos de trabalho".  

Já a fase de construção do projecto de ampliação do Norteshopping deverá envolver, em média, cerca de 300 trabalhadores.

O valor do investimento está estimado em 43,5 milhões de euros.

 

De acordo com o EIA, "foram identificados diversos impactes negativos resultantes da construção e da exploração do projecto, dos quais se destacam os incómodos e as perturbações provocados pela obra".

Contudo, e "tendo em conta as medidas preventivas e de minimização consideradas", esses impactos negativos "foram avaliados como pouco significativos" e "o impacte positivo mais importante é o aumento do emprego, que foi classificado como significativo", enfatiza o mesmo documento.

A viabilização da expansão do Norteshopping foi conseguida através de um acordo entre a Câmara de Matosinhos e a Sonae Sierra, que determinou a permuta de terrenos entre as duas partes, com a empresa a ficar com o terreno municipal que dará lugar à área de ampliação do centro comercial, cedendo à autarquia, como contrapartida, dois lotes de terrenos próximos.

A autorização do projecto de ampliação do Norteshopping só poderá ser concedida depois de terminado o período de consulta pública, que está marcado para 6 de Abril, e após a emissão, pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDRN), de uma declaração de impacte ambiental favorável ou condicionalmente favorável.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI