Imobiliário Coporgest lança empreendimento de luxo já totalmente vendido

Coporgest lança empreendimento de luxo já totalmente vendido

A Coporgest apresentou esta terça-feira o empreendimento de luxo Duques de Bragança, em Lisboa. Os apartamentos já foram todos vendidos com preços entre os 700 mil euros e os seis milhões de euros.
Pedro Curvelo 16 de abril de 2019 às 18:30

A Coporgest apresentou esta terça-feira o empreendimento Duques de Bragança, situado na rua Victor Cordon, junto ao Chiado. A empresa indicou que todos os apartamentos já foram vendidos, com preços que oscilaram entre os 700 mil euros, para os T1, e os seis milhões de euros, para a cobertura, um apartamento T5+1 que inclui uma piscina privativa.

O empreendimento de luxo é composto por nove pisos, dos quais quatro abaixo do solo e tem uma área bruta de construção de 5.144 metros quadrados. O Duques de Bragança inclui 13 apartamentos, duas lojas e quatro caves de estacionamento.

A Coporgest investiu 18 milhões de euros no empreendimento. Deste montante, nove milhões foram gastos na aquisição da propriedade, em abril de 2016, "e outro tanto em construção e custos financeiros", disse ao Negócios Sérgio Ferreira, presidente e CEO da empresa. O responsável referiu ainda que a dívida bancária neste projeto é inferior a 30% do total.

Três projetos em curso com investimento de 50 milhões

 

A Coporgest tem em curso três outros projetos em Lisboa, num valor global de 50 milhões de euros.

O empreendimento que se encontra mais adiantado é o Liberdade Premium Apartments, junto à avenida da Liberdade, que deverá estar concluído "em outubro ou novembro". O projeto é composto por 10 apartamentos e uma loja, destinando-se oito dos apartamentos e o espaço comercial para o mercado de arrendamento de média/longa duração. O investimento neste empreendimento é de seis milhões de euros.

 

O Álvares Cabral Apartments, perto da Estrela, que tem uma área total de construção de 6.214 metros quadrados (m2) e inclui 19 apartamentos e uma loja. Este projeto representa um investimento de 20 milhões de euros e deverá iniciar as obras em maio, estimando a empresa que esteja concluído no prazo de 18 meses.

Por último, o SottoMayor Premium Apartments, localizado na rua Luciano Cordeiro, deverá estar concluído em dezembro de 2021. Trata-se de um empreendimento com uma área bruta de construção de 9.800 m2, 5.100 dos quais acima do solo, e inclui 43 apartamentos e ua loja. O investimento neste projeto ascende a 24 milhões de euros.

A Coporgest, iniciou a atividade em 2004, contando na altura Sérgio Ferreira com 75% do capital e o Banco Espírito Santo Investimento (BESI) com os restantes 25%. Atualmente, o presidente e CEO detém 95% do capital.

No ano passado, o volume de negócios alcançou os 62,4 milhões de euros, tendo a empresa um ativo sob gestão de 96 milhões de euros.

Para além da área de negócio do imobiliário residencial, a Coporgest criou em 2014 a Lisbon Best Apartments (LBA), que explora alojamento local de luxo em Lisboa. Esta unidade de negócio faturou cerca de 2,8 milhões de euros no ano passado, indicou ao Negócios Sérgio Ferreira.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI