Transportes CP melhora resultado operacional em 122 milhões em 2016

CP melhora resultado operacional em 122 milhões em 2016

A empresa manteve o EBITDA positivo em 2016, ano em que reduziu o resultado líquido negativo em cerca de metade. Os proveitos de tráfego cresceram 4,4% e o endividamento desceu 14%.
CP melhora resultado operacional em 122 milhões em 2016
Maria João Babo 03 de maio de 2017 às 18:05

O grupo CP registou em 2016 um resultado operacional de 53,6 milhões de euros negativos, um valor que representa uma variação de 69,7% face aos 176,7 milhões também negativos apresentados no ano anterior.
Uma melhoria de 122 milhões de euros que se deveu essencialmente a impactos nas contas da empresa em 2015.

No relatório e contas consolidado de 2016, divulgado esta quarta-feira, o grupo, que não recebeu indemnizações compensatórias no ano passado, manteve o EBITDA positivo, em 6,7 milhões de euros.

A empresa reduziu também para quase metade os prejuízos, que em 2015 tinham sido de 278,6 milhões de euros para 144,6 milhões em 2016.


Uma evolução explicada pela ausência do impacto líquido negativo que foi registado em 2015, de cerca de 85 milhões de euros, em resultado do acordo de referência para a venda da CP Carga e de responsabilidades passadas decorrentes da consideração dos abonos variáveis no conceito de remuneração usado para cálculo da retribuição de férias e subsídio de férias, no valor de 27 milhões de euros, refere no documento.

O decréscimo da dívida foi de cerca de 498,5 milhões – para pouco mais de 3 mil milhões de euros – o que o grupo explica pelas dotações de capital atribuídas pelo Estado para amortização dos financiamentos da CP com vencimento em 2016.

Durante o ano de 2016 a empresa transportou cerca de 115 milhões de passageiros, o que correspondeu a um aumento de 2,5% face a 2015.

"Este crescimento da procura foi transversal a todos os serviços da CP", sublinha a empresa, destacando o crescimento de 9,4% no serviço de longo curso.

Os proveitos de tráfego, refere, ultrapassaram os 230 milhões de euros, mais 4,4% face ao ano anterior, "apesar de não terem ocorrido aumentos tarifários", recorda.

No caso do serviço de longo curso o aumento dos proveitos foi de 6,4%, seguindo-se o dos serviços urbanos de Lisboa, com um acréscimo de 4,4%


No ano passado a CP realizou investimentos de 12,2 milhões de euros, 79% dos quais destinados a material circulante e 11% a informatização.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI